Indefinição marca volta do Corinthians

Nem mesmo a folga de carnaval foi suficiente para esfriar os ânimos no Corinthians. O clima da reapresentação do time amanhã, às 16 horas, no Parque São Jorge, deve ser cercada de indefinições. O técnico Wanderley Luxemburgo, que já substituiu o discurso ameno por cobranças quanto à forma como a diretoria vem negociando a contratação do meia colombiano Rincón, não vem utilizando os jogadores contratados na gestão do vice-presidente de Futebol, Antonio Roque Citadini, fato que, comenta-se, não está agradando o dirigente.Depois do afastamento de Gléguer e Paulo Nunes, o volante Otacílio pode ser o próximo a perder a vaga na equipe titular. Logo após o treino, o grupo segue para Serra Negra, onde realiza sua segunda pré-temporada. A volta para a capital está prevista para o dia 10. Nesse período, o Alvinegro joga sua sorte no campeontao paulista. Enfrenta Guarani e Inter de Limeira, ambos fora de casa. Se vencer, manterá a esperança de chegar entre os quatro primeiros que se classificam para as semifinais. No entanto, novos resultados negativos podem levar a equipe direto para a zona de rebaixamento.Rincón - Quarta-feira o clube deve tentar concretizar o retorno do meia colombiano. As negociações serão intensificadas devido à cobrança de Luxemburgo no final da partida de sábado contra o São Caetano. "A Hicks Muse e a diretoria têm de resolver logo isso. Não posso ficar esparando o Rincón para sempre", afirmou o treinador. O Corinthians chegou a oferecer salário de R$ 120 mil, mas se recusa a pagar o aluguel do passe, exigido pelo jogador. O atleta pediu R$ 3 milhões entre salários e aluguel.Para o treinador, contar com Rincón representaria mais do que melhorar a marcação, e conseqüentemente a proteção à defesa, ou a armação das jogadas. Luxemburgo aposta em uma das principais características do colombiano: o espírito de liderança. Na verdade, desde que foi eliminado pelo Palmeiras da Taça Libertadores da América do ano passado, o elenco abateu-se e perdeu a personalidade que o marcou até a conquista do bi-campeonato brasileiro e do Mundial da Fifa.Rincón, com seu estilo "xerifão" dentro do campo, auxiliaria Luxemburgo na missão de reerguer o moral do desestimulado grupo corintiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.