Indentificados agressores de zagueiro

Os três torcedores da Lazio que agrediram o zagueiro Antônio Carlos, da Roma, foram identificados por meio de uma fotografia feita por um menino de 15 anos no dia do ataque, domingo, na saída de uma restaurante da capital italiana. Dois torcedores têm a cabeça raspada, no mais fiel estilo neonazista. O outro exibe uma grande tatuagem no braço direito. A fotografia foi publicada na edição de hoje do jornal italiano Corriere dello Sport. O garoto, cuja identidade não foi revelada por questões de segurança, contou ainda que o torcedor tatuado "atacou o jogador, enquanto seus amigos gritavam frases racistas do gênero ?volte para seu país porque na Itália não tem lugar para você". A partir da fotografia, a polícia italiana espera encontrar, rapidamente, os três torcedores. Mais violência - As agressões dos fanáticos da Lazio continuam. Outro ídolo da Roma, Francesco Totti, sofreu com a torcida. Um bastão foi arremessado na janela de sua casa, localizada na periferia de Roma, e acabou caindo no jardim, sem machucar ninguém. "O que aconteceu com o Totti foi pequeno perto do que fizeram com o Antônio Carlos, mas não deixa de ser uma delinqüência, feita por um estúpido", comentou o diretor geral da Roma, Fabrizio Lucchesi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.