Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Indicação de Neymar à Bola de Ouro rende dinheiro ao Santos

Clube levará 2 milhões de euros, segundo acordo firmado em 2013

O Estado de S. Paulo

30 de novembro de 2015 | 12h54

Nesta segunda-feira, a indicação de Neymar à final da Bola de Ouro da Fifa, entregue ao melhor jogador do mundo em 2015, foi recebida com alegria no Santos. Isso porque, segundo o contrato de venda assinado com o Barcelona em 2013, ficou acordado que o time da Vila receberia 2 milhões de euros no caso da indicação do jogador.

Com isso, o Santos ganha um bônus na transferência, que ficou marcada como uma das mais polêmicas da história do futebol. De início, o Barcelona havia anunciado que desembolsou 57 milhões de euros pelo atacante. Porém, suspeita-se de uma série de pagamentos externos ao pai de Neymar e suas empresas, que podem aumentar o valor da transação em mais de 30 milhões de euros. Recentemente, o Santos chegou até a pedir a suspensão de Neymar.

O melhor jogador do mundo de 2015 será revelado em cerimônia no dia 11 de janeiro de 2016. Com Neymar, concorrem os 'hegemônicos' Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Desde 2007, com Kaká, um brasileiro não é escolhido como o melhor do mundo. Antes dele, Romário, Rivaldo, Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho haviam alcançado o feito. 

Além de Neymar, outro brasileiro também aguardará um prêmio em 11 de janeiro: trata-se de Wendell Lira, ex-jogador do Goianésia e atualmente no Vila Nova, que concorre ao Prêmio Puskás, concedido ao autor do gol mais bonito do ano. O brasileiro também está entre os três finalistas, ao lado de Messi, do Barcelona, e Florenzi, da Roma.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCNeymarFC Barcelona

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.