Alexei Druzhinin|AP
Alexei Druzhinin|AP

Infantino se reúne com Putin e faz elogios à preparação para 2018

Presidente da Fifa se diz 'confiante' para realização da Copa

Estadão Conteúdo

20 de abril de 2016 | 18h40

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, se reuniu nesta quarta-feira com o presidente russo, Vladimir Putin, anfitrião da próxima Copa do Mundo. Em visita ao país que sediará ao Mundial de 2018, o novo mandatário da Fifa se mostrou satisfeito com a preparação russa e fez elogios às autoridades locais.

"Eu conferi o progresso que a Rússia fez e, embora nunca tenha liderado a preparação de uma Copa do Mundo, estive envolvido na organização de quatro edições da Eurocopa", declarou Infantino. "Então, eu sei o trabalho que dá receber uma Copa. Estou muito satisfeito com o comprometimento expressado por cada autoridade, principalmente pelo ministro Vitaly Mutko e pelo governo russo."

Infantino começou o dia participando de um evento no Parlamento russo, que recebeu uma sessão especial dedicada somente a discussões sobre a Copa do Mundo. O presidente da Fifa estava acompanhado de Mutko, ministro do Esporte e presidente do Comitê Organizador Local da Copa. Em seguida, visitou o estádio do Spartak Moscou, que receberá jogos da Copa do Mundo e da Copa das Confederações, no próximo ano.

"O que eu vi me deixa muito confiante de que nós vamos organizar um grande evento do futebol, que será o melhor da história. Também gostaria de expressar minha gratidão ao entusiasmo demonstrado pela população russa e aos milhares de russos envolvidos na organização da Copa", declarou Infantino.

"A preparação para a Copa do Mundo é de nossa prioridade mais alta. Vamos fazer de tudo para apoiá-la. Vamos usar a experiência da Copa para ampliar nossas relações com os países participantes e acreditamos que a Copa será uma boa ponte [entre os países]", afirmou Putin, que convidou Infantino para participar do evento de lançamento do programa de voluntário da Copa, no final de maio.

Depois da visita à Rússia, o presidente da Fifa embarcou rumo a Doha. Infantino permanecerá dois dias na sede da futura Copa do Mundo de 2022.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.