Inglaterra bate Trinidad e garante vaga nas oitavas-de-final

No duelo entre Davi e Golias, a Inglaterra teve dificuldades para superar Trinidad e Tobago por 2 a 0, nesta quinta-feira, e garantir com antecedência a classificação às oitavas-de-final da Copa do Mundo da Alemanha. O confronto, válido pela segunda rodada do Grupo B, aconteceu no Frankenstadion, em Nuremberg.A vitória deixou a equipe comandada pelo treinador sueco Sven-Göran Eriksson na ponta isolada da chave com seis pontos. Os caribenhos, que haviam empatado sem gols com os suecos na estréia, precisam superar o Paraguai na última rodada e torcer para a Inglaterra bater a Suécia para seguirem na competição.Com um elenco recheado de estrelas e apontada como grande favorita para ficar com a vitória, a Inglaterra partiu para cima dos adversários e teve a primeira oportunidade de abrir o marcador aos 5 minutos. O atacante Peter Crouch recebeu na esquerda e rolou para Lampard, que, na entrada da área, chutou forte. O goleiro Hislop bateu roupa e no rebote Michael Owen chutou para fora.Aos 16, Joe Cole fez boa jogada e alçou para Crouch, que cabeceou para boa defesa de Hislop. Mais soltos na partida, os britânicos voltaram a decepcionar a sua torcida aos 34. Frank Lampard recebeu na intermediária e arriscou de longe, mas a bola passou rente à trave.Pressionada, a seleção de Trinidad e Tobago só conseguiu se soltar na partida aos 35. Em jogada ensaiada de escanteio, Yorke levantou na pequena área, o goleiro Robinson saiu errado e Stern John, de peixinho, mandou para fora. Lances depois, a Inglaterra teve mais uma chance, quando Owen recebeu na área, dominou e tocou para Lampard, que mandou para a torcida.Mas a oportunidade mais visível ainda estava por vir. David Beckham fez boa jogada pela direita e deixou Crouch, sozinho, cara a cara com o goleiro Hislop. Mas o grandalhão, de primeira, bateu para a linha de fundo. Antes do apito final, um lance polêmico. Depois de cobrança de escanteio, Robinson saiu errado e Ferdinand, que havia sido empurrado por um atacante rival, cabeceou para a própria meta, mas Terry tirou em cima da linha. Na etapa final o festival de gols perdidos continuou. Na primeira tentativa inglesa, Beckham, cobrando falta, colocou a bola na cabeça de Owen, que não soube aproveitar ao colocar para fora. Preocupado com a ineficiência de seu ataque, o treinador Sven-Göran Eriksson tirou Owen para a entrada de Wayne Rooney, que voltou a jogar após 47 dias devido a uma lesão no pé direito.Mas o "English Team" só conseguiu anotar o primeiro gol aos 39. Após um longo passe de Gerrard, Downing arrumou de cabeça para Beckham na ala direita. O jogador do Real Madrid cruzou na área e Crouch cabeceou para o fundo das redes. No lance, o avante do Liverpool puxou o cabelo do zagueiro Brent Sancho, mas o juiz japonês Toru Kamikawa não marcou a falta.Motivados, os ingleses seguiram no ataque e ampliaram. Em nova assistência de Beckham, Gerrard passou por um marcador e bateu forte sem chances para Hislop. Os caribenhos ainda conseguiram marcar um gol com Stern John, mas o árbitro nipônico anulou corretamente ao apontar impedimento.Na última rodada do Grupo B, a Inglaterra pega a Suécia, na próxima terça-feira, em Colônia. No mesmo dia, Trinidad e Tobago enfrenta o Paraguai, em Kaiserslautern.Ficha técnica:Inglaterra 2 x 0 TrinidadInglaterra: Robinson; Jamie Carragher (Lennon), Ferdinand, Terry e Ashley Cole; Beckham, Lampard, Gerrard e Joe Cole (Downing); Owen (Rooney) e Crouch. Técnico: Sven-Göran Eriksson. Trinidad e Tobago: Hislop; Gray, Sancho, Lawrence e Edwards; Samuel, Birchall, Theobald (Evans Wise), Whitley e Stern John; Jones (Glen) e Yorke. Técnico: Leo Beenhakker. Gol: Crouch, aos 39, Gerrard, aos 45 minutos do segundo tempo. Árbitro: Toru Kamikawa (Japão). Cartões amarelos: Theobald, Whitley, Kenwyne Jones, Hislop, Gray e Lampard. Local: Frankenstadion, em Nuremberg.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.