Maxim Shemetov/Reuters
Maxim Shemetov/Reuters

Inglaterra cai no grupo de fregueses, mas técnico relembra tropeços

Ingleses vão enfrentar Bélgica, Tunísia e Panamá na primeira fase da Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2017 | 17h22

A Inglaterra nunca se esquecerá da "Mão de Deus" de Diego Maradona na Copa do Mundo de 1986, no México. Mas desta vez, o craque argentino deu uma ajuda para o futebol inglês. Foi ele, com sua gravata borboleta amarela, quem sorteou a seleção do país e a mandou para o Grupo G do Mundial de 2018, que tem a Bélgica como cabeça de chave, além da Tunísia e do Panamá.

Brasil enfrenta a Suíça, Costa Rica e Sérvia na fase de grupos

Argentina pegará a Islândia, Croácia e Nigéria na Copa

Alemanha cai em grupo da morte na busca pelo penta mundial

Cristiano Ronaldo iniciará caminho contra algoz velho conhecido

Baixe a tabela da primeira fase da Copa do Mundo 

A seleção inglesa pode ser considerada favorita ao primeiro lugar na primeira fase, se for levado em conta o histórico de confrontos. Contra a Bélgica, teoricamente a principal adversária, os ingleses perderam pela última vez em 1936 - uma única vez em 23 encontros. Contra a Tunísia, venceram um duelo na primeira fase da Copa do Mundo de 1998. E contra o Panamá, que estreia em Mundiais, farão o primeiro jogo oficial.

O técnico do time inglês, Gareth Southgate, no entanto, evitou qualquer favoritismo na chave. "Temos sido bons em perder para seleções que somos favoritos, como aconteceu com a Costa Rica há quatro anos e com a Islândia recentemente", comentou.

Na Copa do Mundo de 2014, o time inglês empatou sem gols com a Costa Rica e se despediu do Mundial ainda na primeira fase. No ano passado, a Inglaterra foi eliminada da Eurocopa pela Islândia ao perder por 2 a 1 nas oitavas de final.

Ele também destacou o clima de festa do sorteio desta sexta-feira em Moscou e se mostrou ansioso para chegar logo a data da estreia. "É incrível e emocionante estar aqui no sorteio com os demais treinadores. Temos muita vontade de avançar no torneio. O objetivo, claro, é a classificação. Nunca se está seguro de quantos pontos serão necessários. Estou seguro que no caminho haverá altos e baixos", prosseguiu.

Gareth Southgate, curiosamente, estava em campo na vitória por 2 a 0 sobre a Tunísia no Mundial da França. "Foi um dia fantástico e é agradável poder revivê-lo". A Tunísia será o primeiro adversário da Inglaterra na Copa da Rússia, no duelo que será disputado em Volgogrado, em 18 de junho. Na sequência, enfrentará o Panamá, em Novgorod, e fechará a participação na fase de grupos contra a Bélgica, em Kaliningrado.

PANAMÁ 

O técnico do Panamá, o colombiano Darío Gomez, se mostrou contente em poder enfrentar os três adversários da chave. Como é a primeira Copa do Mundo da seleção, ele sabia que nenhum grupo seria fácil. "Vamos trabalhar duro para ser digno nesse Mundial. Independentemente dos adversários, nossos jogadores querem jogar contra os grande do mundo e essa é a oportunidade", comentou.

Darío Gomez tentará passar um pouco de sua experiência para o elenco. Ele vai para sua terceira Copa do Mundo. Em 1998, comandou a Colômbia na França e depois, em 2002, dirigiu o Equador. Ele informou que a seleção panamenha deverá iniciar a preparação na Europa antes e viajará para Rússia a cinco dias do início.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.