Inglaterra goleia Montenegro e se aproxima da Copa

Time precisa de uma vitória contra os poloneses para garantir vaga no Mundial

AE, Agência Estado

11 de outubro de 2013 | 18h13

LONDRES - A Inglaterra deu mais um passo para a classificação para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, nesta sexta-feira. Atuando em casa, no Estádio Wembley, a seleção mostrou todo seu potencial, goleou Montenegro por 4 a 1 e depende só de si na última rodada das Eliminatórias Europeias para confirmar vaga no 14.º Mundial de sua história. O resultado colocou os ingleses com 19 pontos, na liderança do Grupo H, um ponto à frente da Ucrânia, que também fez sua parte nesta sexta e bateu a Polônia, por 1 a 0. Na última rodada, a Inglaterra precisa de um resultado positivo diante dos poloneses, terça-feira, novamente em casa, para ficar com a vaga.

Já os ucranianos pegam San Marino, fora de casa, também na terça-feira, e precisam de uma vitória e de um tropeço inglês para alcançar a primeira colocação. Caso contrário, deverão ser segundos colocados da chave - lembrando que os oito melhores segundos colocados, entre os nove grupos, vão à repescagem. Montenegro, terceiro, com 15 pontos, tem apenas chances matemáticas de passar a Ucrânia.

Apesar do resultado, o jogo desta sexta foi complicado para a Inglaterra, principalmente no início. Tanto que a seleção só abriu o placar no segundo tempo. Aos 3 minutos, Rooney aproveitou rebote do goleiro em chute de Sturridge para marcar. Aos 17, Branko Boskovic decidiu ajudar, marcou contra e ampliou a vantagem inglesa. Precisando da virada, Montenegro foi para cima e conseguiu descontar nove minutos depois, com Dejan Damjanovic. Mas os ingleses frearam a reação, se aproveitaram dos espaços dados pelo adversário e selaram a vitória com dois gols. Primeiro com Towsend, aos 33 minutos, depois com Sturridge, de pênalti, já nos acréscimos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.