Inglaterra pode perder Owen para o restante da Copa

O clima na seleção inglesa foi abalado após o empate por 2 a 2 contra a Suécia. Pior do que ver a manutenção de um tabu de 38 anos sem vencer os nórdicos, foi ver Michael Owen saindo machucado e Wayne Rooney irritado por ter sido substituído. Com cinco gols em três jogos (só um marcado por um atacante, Peter Crouch), o ataque inglês ainda deixa a torcida a desejar.O único motivo para comemorar foi ter escapado de enfrentar a Alemanha já nas oitavas-de-final. Domingo, o adversário é o Equador, em Stuttgart. Owen torceu o joelho direito logo no primeiro minuto de jogo, saiu carregado e passará por um exame de ressonância magnética nesta quarta-feira. Ele corre o risco de ficar fora do restante da Copa. Já Rooney ficou irritado por ter sido sacado aos 24 do segundo tempo. Retornando de uma fratura no pé direito, o atacante queria permanecerem campo para ganhar ritmo de jogo e, claro, marcar um gol. Quando viu a placa com seu número, fez sinal de que não concordava com a substituição e, como um garoto birrento, sentou no banco fazendo bico. Tirou as chuteiras e jogou longe.O técnico da Inglaterra, o sueco Sven-Göran Eriksson, tratou logo de colocar panos quentes na situação. ?Falei com Rooney após o jogo e ele disse que ficou desapontado com ele mesmo, já que não havia voltado bem no segundo tempo. Foi isso. Não vejo nenhum problema. Acho que fiz a coisa certa. Ele jogou quase 70 minutos e estou muito feliz com isso?, disse Eriksson. ?Ele voltou bem e jogará ainda melhor nos próximos jogos?.Sobre a lesão de Owen, Eriksson se mostrou bem mais preocupado. ?Talvez ele fique fora do torneio. Não tenho certeza disso ainda. Mas parece ter sido sério.? O exame será feito nesta quarta e o resultado sai logo em seguida. O treinador já pensa até no substituto para jogador. ?Além de Crouch, temos Joe Cole e Gerrard, que podem jogar bem no ataque. Eles fizeram dois gols maravilhosos.?O capitão David Beckham também lamentou a lesão do companheiro. ?É triste. Michael é o tipo de jogador de que precisamos muito num torneio como este.?Eleito pelos patrocinadores da Copa como o melhor jogador em campo, o meia Joe Cole, autor de um golaço e um passe para outro, de Gerrard, já havia dito semana passada estar preparado para assumir um lugar no ataque. Na ocasião, ele era cotado para entrar no lugar de Rooney, ainda machucado. O meia do Chelsea fez muitos elogios ao Equador, adversário de domingo. ?Eles terminaram em terceiro nas Eliminatórias Sul-Americanas com atuações convincentes. É um time muito bom tecnicamente. Será um jogo muito difícil?.Sobre a atuação da equipe inglesa, Eriksson, que deixará o cargo logo após a Copa, comentou: ?Não podemos tomar dois gols da maneira como tomamos (jogo aéreo). Precisamos melhorar isso. Nosso objetivo é chegar as finais e, para isso, não podemos cometer esse tipo de falha.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.