Inglaterra pode poupar o meia Gerrard contra a Suécia

O capitão da Inglaterra é David Beckham, mas quem manda, cobra, organiza o time e fala grosso é Steven Gerrard. Autor do segundo gol na vitória por 2 a 0 sobre Trinidad & Tobago, quinta-feira, o meio-campista do Liverpool não anda nada contente com a atuação da equipe. ?Se continuarmos jogando assim, não vamos ser campeões nunca?, disse ele.O discurso de Gerrard é bem diferente do politicamente correto e esperançoso adotado por Beckham e pelo técnico Sven-Göran Eriksson. Ambos reconhecem que ?o time ainda tem que melhorar, sim, mas está no caminho certo e o mais importante são as vitórias?.Gerrard não usa esse tipo de clichê. Para ele, que não tem papas na língua, está faltando é bom futebol mesmo. ?Nós temos que melhorar bastante e logo. Do jeito que está, não podemos ser chamados de favoritos.? Pendurado com um cartão amarelo, Gerrard pode ser poupado por Eriksson do jogo contra a Suécia, terça-feira, em Colônia. Mas ele quer jogar.?Eu acho que devo. Quero jogar todos os jogos.? Além de Gerrard, estão pendurados com um cartão o meia Frank Lampard e o atacante Peter Crouch. Eriksson ainda não se pronunciou se irá ou não poupar jogadores.É certo apenas que o lateral-direito Gary Neville, com dores musculares, não joga. Em seu lugar, Eriksson pode manter o zagueiro Jamie Carragher, que saiu jogando contra Trinidad e Tobago, ou improvisar o volante Owen Hargreaves. No segundo tempo contra Trinidad, depois que Lennon entrou no lugar de Carragher, quem jogou improvisado na lateral foi Beckham.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.