Inglaterra será único país com dois árbitros na Eurocopa

A Uefa anunciou nesta terça-feira a relação de 18 árbitros selecionados para trabalharem na Eurocopa de 2016, que será disputada na França. A entidade apontou a Inglaterra como único país com dois representantes selecionados para a lista.

Estadão Conteúdo

15 de dezembro de 2015 | 12h20

Martin Atkinson, que apitou a decisão da Liga Europa na última temporada, e Mark Clattenburg foram os árbitros ingleses escolhidos pela Uefa para o torneio de seleções. Outro destaque da lista é a presença do árbitro italiano Nicola Rizzoli, que apitou a decisão da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, em que a Alemanha superou a Argentina na prorrogação.

Os 18 árbitros selecionados são de 17 países, de onde também vai vir seus quatro assistentes. A edição de 2016 da Eurocopa será a primeira disputada por 24 seleções, com a disputa de 51 partidas.

As 24 equipes serão divididas em seis grupos. Desta fase inicial da competição, avançarão os dois primeiros colocados de cada chave, além dos quatro melhores terceiros, que disputarão as oitavas de final. A partir daí, a competição passa a ser eliminatória, terminando em 10 de julho, no Stade de France.

Confira a relação de árbitros da Eurocopa de 2016: Martin Atkinson (Inglaterra), Felix Brych (Alemanha), Cüneyt Cakir (Turquia), Mark Clattenburg (Inglaterra) William Collum (Escócia), Jonas Eriksson (Suécia), Ovidiu Hategan (Romênia), Sergey Karasev (Rússia), Viktor Kassai (Hungria), Pavel Kralovec (República Checa), Bjorn Kuipers (Holanda), Szymon Marciniak (Polônia), Milorad Mazic (Sérvia), Svein Moen (Noruega), Nicola Rizzoli (Itália), Damir Skomina (Eslovênia), Clément Turpin (França) e Carlos Velasco Carballo (Espanha).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEurocopaarbitragem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.