Ingleses farão nova proposta por Diego

O Tottenhan deve apresentar amanhã nova proposta ao Santos para levar Diego em definitivo para a Inglaterra. As negociações podem ser concluídas nas próximas horas e hoje o meia treinou normalmente no coletivo. Ele estava bem tranqüilo sobre seu futuro, havia conversado com o presidente Marcelo Teixeira sobre a oferta do clube inglês e não mudou seu discurso: disse que pretende continuar na Vila Belmiro até o final de seu contrato, em fevereiro de 2005. Mas admite que isso pode não acontecer. "Tenho que estar preparado porque o futebol é isso e às vezes não é a vontade que prevalece", disse, revelando que sua vontade é permanecer no Brasil. De qualquer maneira, a proposta do Tottenham deixou-o dividido. "Essa história tem os dois lados: posso permanecer e meu passe pode estar bem mais valorizado, mas tem a a situação dos clubes brasileiros e a proposta pelo que o presidente me falou parece ser boa". Particularmente, Diego procura ver o problema pelo lado profissional."Estou começando minha carreira e comecei aqui no Santos com o pé direito, por isso, o dia que tiver de sair quero que seja para um bom clube onde vou me sentir bem profissionalmente e não só financeiramente". Diego acha que "muita coisa vai rolar ainda" e "o que o Santos decidir, estarei às ordens". Diego olha pela sua carreira e, aos 18 anos, está satisfeito. "Tenho muito que aprender, mas comecei bem minha carreira conquistando o campeonato brasileiro pelo Santos e isso abriu muito as portas e fez com que eu e os meus companheiros tivéssemos o reconhecimento de todo o Brasil". Ele acha que as propostas estão aparecendo por conta desse desempenho, mas acha que ainda falta muito: "posso ainda conquistar muitas coisas pelo Santos, ganhar mais experiência e maturidade e títulos, que é o fator que mais valoriza o jogador". Diego comentou que ainda não parou para pensar no que pode acontecer indo para a Inglaterra. "Só sei que onde estiver continuarei dando o máximo e jogando o meu futebol".

Agencia Estado,

18 de agosto de 2003 | 20h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.