Ingressos para Goiás x São Paulo se esgotam no DF

Os ingressos colocados à venda para o jogo entre Goiás e São Paulo, domingo, no Estádio Bezerrão, já não podem mais ser encontrados nas bilheterias oficiais da Capital Federal. Estão nas mãos de torcedores e de cambistas. Há bilhetes apenas nos postos de venda de São Paulo e Goiânia. Nestes locais, porém, apenas 4 mil - a carga total é de 19.400 entradas - foram colocados à disposição e restam poucos. No Morumbi, apenas 400.As bilheterias do Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, fecharam às 13 horas. No Bezerrão, às 15 horas, não havia mais entradas. Em ambos os espaços, longas filas de torcedores ainda estavam formadas. Para estes, sobrou a opção de negociar com os cambistas. Os vendedores ilegais tiveram o trabalho facilitado pela falta de policiamento nas proximidades dos locais - principalmente no ginásio - e pelos próprios funcionários envolvidos na comercialização, que ignoraram muitas vezes a recomendação de vender apenas um ingresso por documento de identificação. A torcida são-paulina deve ser maioria absoluta no estádio domingo. O 9º Batalhão de Policiamento do Gama vai fazer um esquema de segurança especial para a partida: 1.100 homens foram destacados. A policia militar trata a "decisão" como um clássico. "É um jogo de muita rivalidade e colocaremos um forte efetivo para manter a ordem", declarou o tenente-coronel José Carlos Casado, chefe de segurança. A Federação Brasiliense de Futebol (FBF) não quis comentar as acusações de dirigentes goianos que culparam a entidade pela desorganização na venda dos ingressos. A FBF abriu mão de cobrar taxas de aluguel do Bezerrão para a partida, mas fez questão de ficar encarregada da venda dos bilhetes, mesmo que o Goiás e o São Paulo compartilhassem a mesma empresa de comercialização e tivessem mais experiência em grandes jogos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.