Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Início de trabalho de Raí como diretor deixa cúpula do São Paulo otimista

Acertos com Jucilei e Jean fizeram o ex-jogador ganhar pontos com a diretoria

Estadao Conteudo

24 de dezembro de 2017 | 18h50

Os primeiros dias de Raí à frente do departamento de futebol do São Paulo deixaram um clima de otimismo para a próxima temporada. O ex-meia do São Paulo conseguiu dar um "final feliz" a duas negociações que estavam enroladas, a de Jucilei, que permanece no clube, e a de Jean, que chega do Bahia.

+ David Neres brilha com linda jogada, assistência e gol em vitória do Ajax

A garantia de permanência do volante e a contratação do goleiro vêm fazendo Raí ser apontado nos corredores do Morumbi como principal trunfo do clube para uma "vida nova" em 2018, após sucessivos tropeços em anos anteriores.

O desafio agora é superar a concorrência do Corinthians e trazer Gustavo Scarpa, do Fluminense, para o Morumbi. O São Paulo está otimista, ainda que as primeiras conversas com os cariocas, antes de Raí assumir suas funções no futebol do clube, não tenham avançado.

Na semana que vem, o elenco se reapresenta no CT para a pré-temporada, e outra empreitada que Raí terá até lá é traçar, junto com o técnico Dorival Junior, a estratégia para recuperar, como deseja, a "identidade eficiente" do time. Diretor executivo de futebol do clube, Raí viverá o dia a dia da equipe e cobrará empenho.

 

Tudo o que sabemos sobre:
RaíSão Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.