Jonne Roriz/AE
Jonne Roriz/AE

Iniesta diz que a Espanha merecia título 'inacreditável'

Meia espanhol, autor do gol do título da Copa, disse que a partida final foi duríssima

ANDRÉ CARDOSO, Agência Estado

11 de julho de 2010 | 19h55

JOHANNESBURGO - O autor do gol que valeu o inédito título da Copa do Mundo para a Espanha ainda parecia não acreditar no feito que havia conquistado. Após a grande final no Soccer City, o meia Iniesta descreveu o triunfo deste domingo sobre a Holanda como "inacreditável, incrível", além de merecido pelo que o time espanhol apresentou na África do Sul.

Veja também:

linkEspanha conquista o mundo pela primeira vez

mais imagens GALERIA - Imagens da final

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação

"A Espanha merecia esse título", destacou o jogador do Barcelona. Ele marcou o único gol da decisão já no fim do segundo tempo da prorrogação. Para Iniesta, a partida "foi duríssima, uma grande final". A alegria dos espanhóis era tanta que até a entrevista do meia foi interrompida pela festa dos jogadores.

Depois, Iniesta admitiu que ainda não sabe ao certo o tamanho da conquista espanhola. "Ainda não nos demos conta do que fizemos. Não sabemos o alcance que tem", disse. "Custou muito esforço. Vencer uma Copa do Mundo é uma sensação indescritível. Esse foi o nosso trabalho que começamos há muito tempo, foi trabalho duro, mas estamos saboreando agora."

O herói espanhol também explicou o gesto que fez na comemoração do gol, quando mostrou uma camisa homenageando o zagueiro Daniel Jarque, morto em agosto do ano passado. "Não pude fazer uma homenagem (na época da morte) e a ocasião foi espetacular", afirmou, lembrando o ex-jogador do Espanyol, também de Barcelona.

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.