Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Insatisfeito com demora, Atlético Mineiro desiste de contratar Anelka

Prazo dado pela diretoria para atacante se apresentar ao clube era segunda-feira

AE, Agência Estado

15 de abril de 2014 | 19h00

BELO HORIZONTE - Apenas nove dias após o anúncio da contratação de Anelka, a diretoria do Atlético Mineiro veio a público, nesta terça-feira, para descartar a vinda do atacante francês. O clube avisou que vai "cancelar" o contrato por causa da demora do jogador em se apresentar no Brasil.

O Atlético desistiu de contar com o experiente jogador, com passagens por times como Real Madrid, Juventus e Chelsea, além da seleção francesa, porque Anelka não se apresentou nesta segunda-feira, prazo limite estabelecido pela diretoria, e nem deu satisfações ao clube.

De acordo com o diretor de futebol, Eduardo Maluf, o jogador deveria ter se apresentado na semana passada. Mas, em razão de um problema no embarque, ficara acertado que ele chegaria ao clube brasileiro na segunda desta semana. Anelka não apareceu e não entrou em contato com a diretoria.

"O Anelka falou com Ronaldinho Gaúcho, falou que teve um problema, que o passaporte tinha problemas. Demos um limite para ele se apresentar, que era ontem. Hoje recebemos um e-mail do Cristian [Cazini, agente do jogador], onde o Anelka, que se tornou muçulmano, estaria participando de um encontro de muçulmanos no Kuwait. A grandeza do Atlético-MG é muito maior. Está cancelado", disse Maluf, sem esconder a insatisfação com a postura do atleta.

O diretor avisou que o clube mineiro pretende acionar Anelka na Fifa. "Vamos fazer uma representação contra o agente dele. Ele tinha a obrigação de nos confirmar do evento no Kuwait", declarou Maluf. "Em nenhum momento conseguimos falar com o jogador. Falamos com o procurador, com o agente. A conduta dele mostrou que ele não é profissional."

Uma das maiores contratações da história do clube, o acerto com Anelka foi festejado pela torcida atleticana, principalmente porque poderia formar com Ronaldinho Gaúcho uma grande dupla ofensiva, assim como já fizeram no Paris Saint-Germain em 2001 e 2002. O anúncio oficial havia sido feito pelo próprio presidente Alexandre Kalil, em seu perfil no Twitter.

A expectativa cresceu nos últimos dias, em razão da derrota na final do Campeonato Mineiro. A chegada do grande reforço ofuscaria o revés e daria novo ânimo aos torcedores, que sonham com o bicampeonato da Copa Libertadores. A contratação, contudo, acabou sendo descartada nesta terça, ainda sem uma manifestação oficial por parte do atacante.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGAnelka

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.