Divulgação/Instituto Futebol de Rua
Divulgação/Instituto Futebol de Rua

Instituto reúne grandes nomes do futebol para ajudar vítimas do coronavírus

Alex, Amoroso, Jô, Alexandre Pato e Kaká confirmaram participação na campanha do Instituto Futebol de Rua

Raul Vitor, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2020 | 13h00

O Instituto Futebol de Rua iniciou, nesta segunda-feira (27), uma campanha de arrecadação de alimentos, itens de higiene e produtos de limpeza, para comunidades carentes, que passam por dificuldades por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19). O preparador físico Carlinhos Neves, embaixador do projeto, reuniu jogadores para arrecadação de donativos e explicou a campanha.

“Apesar de estarmos futebol sem rua, o instituto iniciou uma campanha de arrecadação, para ajudar as famílias dos nossos alunos. Eu resolvi chamar alguns craques, alguns jogadores renomados mundialmente, com os quais eu trabalhei, e eles toparam participar dessa campanha”, disse Carlinhos.

Um dos participantes é o ex-jogador Alex, ídolo do Fenerbahçe, da Turquia, e comentarista dos canais ESPN. De acordo com o ex-meio-campo, apesar de não termos soluções em mãos, temos nossas mãos para enfrentar o problema.

“O Instituo Futebol de Rua está tentando fazer sua parte e nós estamos aqui para pedir sua colaboração, sua ajuda, dentro do que for possível. Nós não temos em nossas mãos as soluções para o problema do mundo, mas diante de todos os problemas do mundo, nós temos as nossas mãos”, afirmou Alex.

De acordo com o Alceu Neto, criador do instituto, “o esporte continuará sendo utilizado como meio de transformação social durante a pandemia”. As doações poderão ser realizadas na sede da organização, às segundas e quartas-feiras, das 9h às 12 horas, e de terças e quintas-feiras, das 12h às 17 horas. Depósitos bancários também serão aceitos. 

As famílias beneficiárias da campanha poderão retirar suas cestas básicas e kits também na sede do instituto, localizado na Rua Antônio Moreira Lopes, 190, no bairro do Cajuru, em Curitiba. A organização não informou por quanto tempo aceitará doações.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.