Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Inter afunda o Grêmio, rumo à Série B

Num jogo unilateral no segundo tempo, o Internacional derrotou o Grêmio por 3 a 1 neste sábado em Porto Alegre no Gre-Nal válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro e pulou para o 13.º lugar. O Grêmio, com a derrota continuou em 25.º, em situação desesperadora na penúltima colocação e que pode piorar, caso o Guarani vença a Ponte Preta amanhã, no clássico em Campinas.Para quem esperava um jogo nervoso, o Gre-Nal número 363 foi bem comportado no primeiro tempo. Movimentado, mas tecnicamente fraco, o maior clássico gaúcho teve poucas chances de gol, devido ao correto comportamento das duas defesas, que não permitiam jogadas perigosas em qualquer um dos ataques.A melhor chance aconteceu logo aos três minutos, quando Arílson, após uma falha da zaga do Inter, sozinho na frente de Clemer, cabeceou para fora. Já o Inter foi levar perigo ao gol de Márcio no final, aos 45 minutos, em cobrança de falta de Chiquinho, no lance que originou a expulsão de Claudiomiro, após atingir Diego com violência. O técnico Cuca criticou seu zagueiro antes de entrar para o vestiário, no intervalo: "Isto não pode acontecer justamente quando tínhamos a posse de bola. Prejudica todo o trabalho". Já Muricy Ramalho falou sobre o jogo: "Foi tudo igual. Só aconteceram lances de bola parada".O segundo tempo, no entanto, foi totalmente diferente. Rodrigo Paulista substituiu Cleiton Xavier e foi jogar no ataque ao lado de Diego. Com isso, Fernandão foi para a meia e o Inter tomou conta do jogo. O resultado disso foi o gol de Diego, aos 11 minutos, após uma triangulação entre Marabá, Chiquinho e Rodrigo Paulista.Com um jogador a mais, o Inter ´amassava´ o Grêmio, que ficou sem poder de reação. Aos 21 minutos Chiquinho acertou a trave de Márcio; aos 26, Rodrigo Paulista tocou para fora. Aos 29 minutos, no entanto, não teve jeito, pois Fernandão, de cabeça, fez 2 a 0 após cruzamento de Chiquinho. Aos 37, Rodrigo Paulista, após driblar Baloy, chutou forte para fazer 3 a 0 e praticamente sepultar o seu maior rival na primeira divisão. Aos 47, Ânderson descontou para o Grêmio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.