Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

Inter anuncia saída de Leandro Damião para jogar no 'exterior'

Atacante encerra sua segunda passagem pelo time gaúcho e seu destino ainda não foi revelado

O Estado de S.Paulo

11 Dezembro 2018 | 17h08

O Internacional não terá Leandro Damião para a temporada 2019. O clube gaúcho informou nesta terça-feira que encerrou as negociações para tentar renovar seu contrato porque o atacante recebeu uma "oferta irrecusável do exterior". O vínculo do jogador com o clube se encerra no fim do ano.

"O Sport Club Internacional comunica que encerrou as negociações com o atleta Leandro Damião. O clube fez todos os esforços possíveis buscando a renovação de contrato do atacante, mas o mesmo comunicou que recebeu uma oferta irrecusável do exterior e não terá seu vínculo estendido", registrou o Inter, em comunicado.

"A direção agradece toda dedicação e profissionalismo do jogador nas suas passagens pelo Inter e deseja sucesso no novo desafio", anunciou o clube, que estava confiante na renovação do contrato do atleta até poucos dias atrás. O provável destino de Damião é o futebol japonês.

Com a decisão, Damião encerra sua segunda passagem pelo clube gaúcho, pelo qual se destacou no futebol nacional. Ele voltou ao time no meio de 2017 para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Na campanha do acesso, foi o responsável por oito gols em 17 partidas. Neste ano, apesar de alguns problemas físicos, ele foi o vice-artilheiro do time na temporada, com 11 gols em 32 jogos.

Pelas redes sociais, o jogador garantiu que a diretoria se esforçou para mantê-lo no clube para 2019. "Não faltou esforço por parte da atual gestão do clube para que pudéssemos estar juntos em 2019, ano que certamente será de novas glórias ao Colorado. Mas na minha vida jamais fugi de novos desafios, novos horizontes... e não foi diferente neste momento", disse Damião nas redes sociais.

Ele também se despediu da torcida. "É momento novamente de me despedir de vocês. Posso dizer que faço parte do Celeiro de Ases do Clube. Iniciei no Inter em 2009. Veio 2010, 2011, 2012, 2013, com muitas alegrias e glórias! Em 2014 busquei novas metas, algumas com sucesso, outras nem tanto, como é a vida. Me fortaleci", afirmou.

Nesta trajetória, em 2017 retornei ao Clube no seu pior momento. Não poderia deixar de estar aqui. Fiz imenso esforço para estar junto ao Clube, este que já é também minha família. Dei minha alma dentro de campo, junto de meus companheiros, e a incansável direção e funcionários do clube. Alcançamos nossos objetivos e tivemos um 2018 contrariando a maioria dos prognósticos. Sou hoje um dos 10 maiores artilheiros de toda a história do clube."

Sem Damião para 2019, a comissão técnica liderada pelo técnico Odair Hellmann contará com Jonatan Alvez e Paolo Guerrero, que só poderá voltar a jogar em abril após cumprir a suspensão por doping, para o setor ofensivo. A diretoria, assim, deve buscar reforços no mercado nas próximas semanas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.