Inter aposta tudo na volta de Adriano

A Inter de Milão está em situação complicada na Liga dos Campeões da Europa. Depois de perder o primeiro jogo por 2 a 0, volta a enfrentar o rival Milan nesta terça-feira e precisa da vitória ao menos pelo mesmo placar para levar a decisão da vaga para os pênaltis. Apesar da dificuldade, o clima é de animação no clube: afinal, Adriano está de volta.O atacante brasileiro está afastado dos gramados desde o dia 20 de março, por causa da lesão no ligamento do joelho direito. Mas ele treinou normalmente nos dois últimos dias e está confirmado no time titular.O otimismo da Inter tem sentido. Adriano é o artilheiro do time no Campeonato Italiano e na Liga dos Campeões. No torneio nacional, ele já marcou 15 vezes - o líder é Montella, com 19 pela Roma. E na competição européia, o brasileiro fez outros 7, atrás apenas de Ruud Van Nistelrooy, com 8 para o Manchester United.?Adriano está bem, apesar de não estar cem por cento. Mas, como ele em três chutes faz um gol, será indispensável nesta partida?, disse o técnico Roberto Mancini."Acredito na classificação, assim como meus companheiros. É certo acreditar, esperar e provar. Estou contente por estar novamente à disposição do técnico e, como sempre, darei tudo pelo meu clube", afirmou Adriano.Para completar a motivação no clássico decisivo, a Inter quer a revanche contra o Milan, que a eliminou nas semifinais da última edição da Liga dos Campeões. Na ocasião, após dois empates, o Milan levou vantagem por ter feito mais gols fora de casa - na partida desta terça-feira, o mando de jogo será da Inter.Do lado do Milan, o clima é de tranqüilidade. Além da boa vantagem contra a rival Inter, segue na liderança do Campeonato Italiano, ao lado da Juventus. O único problema do time de Kaká, Cafu e Dida é o volante Gattuso, que está suspenso e dá lugar a Ambrosini.Na outra partida desta terça-feira, pelas quartas-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern recebe o Chelsea em Munique. Em Londres, o time inglês levou a melhor sobre os alemães e ganhou por 4 a 2.

Agencia Estado,

11 de abril de 2005 | 12h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.