Lucas Merçon/Fluminense FC/Divulgação
Lucas Merçon/Fluminense FC/Divulgação

Inter aproveita falhas do Flu, vence e se mantém colado no líder São Paulo

Com dois de Nico López e outro de Jonatan Álvez, gaúchos fazem 3 a 0 e ficam três pontos atrás do São Paulo

Estadão Conteúdo

13 Agosto 2018 | 21h58

O Internacional aproveitou as falhas defensivas do Fluminense, especialmente no primeiro tempo, e venceu a partida por 3 a 0 nesta segunda-feira, no Maracanã, no encerramento da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O uruguaio Nico López marcou dois e seu compatriota Jonatan Álvez fez o outro, todos na etapa inicial. O terceiro triunfo consecutivo na competição levou o time colorado aos 35 pontos, na terceira colocação da tabela, a três de distância do líder São Paulo. O Fluminense está em nono, com 22. As equipes voltam a campo pelo Brasileirão no próximo domingo. O Internacional receberá o Paraná e a equipe carioca visitará o América-MG.

Antes, o Fluminense tem ainda durante a semana um duelo importante pela Copa Sul-Americana. Depois de ter vencido o jogo de ida por 2 a 0 no Maracanã, a equipe tricolor visita o Defensor na quinta-feira, às 21h45, no Uruguai.

O duelo desta segunda-feira contou com um público modesto. Apenas pouco mais de 14 mil pessoas foram ver a partida no Maracanã. No entanto, entre os presentes, duas ilustres presenças. O técnico da seleção brasileira, Tite, e seu auxiliar Cléber Xavier estavam nas tribunas de olho especialmente no centroavante Pedro, do Fluminense, artilheiro da competição com dez gols e possível nome na lista dos amistosos contra Estados Unidos e El Salvador em setembro - o anúncio dos convocados será feito nesta sexta-feira pelo treinador.

O jogador até que fez um bom início de partida. Perdeu uma chance de gol ao chutar para fora e depois cruzou na área para Junior Dutra escorar e Marcos Junior bater à queima roupa para grande defesa do goleiro Marcelo Lomba.

Mas o que Tite e Cléber acabaram assistindo (e não devem ter gostado) foi uma sistema defensivo extremamente frágil do Fluminense. Os uruguaios do Inter, que não tinham nada com isso, aproveitaram para fazer a festa. Aos 23, Jadson saiu jogando errado, Rodrigo Dourado roubou a bola, avançou e rolou na direita para Nico Lopez, que chegou batendo cruzado para as redes.

Jadson quase comprometeu novamente na jogada seguinte. Mas desta vez Pottker bateu cruzado da esquerda e o goleiro Júlio César espalmou para linha de fundo. O Inter seguiu aproveitando os vacilos do setor defensivo do time tricolor e ampliou aos 38 minutos. Gilberto vacilou na ponta esquerda, Iago ganhou a bola e cruzou rasteiro para trás. Jonatan Álvez bateu e marcou o segundo dos visitantes.

O Fluminense se perdeu em campo e ainda levou o terceiro na etapa inicial. Aos 45 minutos, Álvez cruzou da direita e Digão errou na hora de afastar. A bola sobrou nos pés de Nico López, que ampliou o placar.

O técnico Marcelo Oliveira mandou o time tricolor para o segundo tempo com Matheus Alessandro no lugar de Marcos Junior. O Inter também precisou fazer uma alteração. Nico López, o principal destaque da partida até então, se sentiu mal no vestiário e foi substituído por D'Alessandro.

As mudanças, no entanto, não mudaram muito o panorama da partida. O Fluminense seguia perdido em campo. O Internacional tirou um pouco o pé e mesmo assim teve grande chance de ampliar aos 17 em nova falha do adversário. Gum entregou a bola para William Pottker, que avançou livre, mas chutou em cima do goleiro Júlio César.

O Fluminense teve um lampejo de bom futebol em seguida. Após cruzamento da direita, a zaga do Inter cortou e a bola veio para Sornoza, que mandou uma bomba e acertou a trave esquerda de Marcelo Lomba. Pouco depois, Pedro limpou a marcação e bateu cruzado para defesa do goleiro colorado.

O time colorado recuou e deu espaço para o Fluminense. Que mesmo assim encontrou muita dificuldade para diminuir o placar. No último minuto, Sornoza arriscou mais uma e Lomba fez grande defesa, garantindo os 3 a 0 no placar.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 0 X 3 INTERNACIONAL

FLUMINENSE - Júlio César; Gilberto, Gum, Digão e Ayrton Lucas; Airton (Luciano), Jadson e Sornoza; Júnior Dutra (Everaldo), Pedro e Marcos Junior (Matheus Alessandro). Técnico: Marcelo Oliveira.

INTERNACIONAL - Marcelo Lomba; Fabiano (Dudu), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick, William Pottker e Nico López (D'Alessandro); Jonatan Álvez (Rossi). Técnico: Odair Hellmann.

GOLS - Nico López, aos 23, Jonatan Álvez, aos 38, e Nico López, aos 45 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Savio Pereira Sampaio (DF)

CARTÕES AMARELOS - Sornoza, Júnior Dutra e Matheus Alessandro (Fluminense); Victor Cuesta, Jonatan Álvez e Edenílson (Internacional).

PÚBLICO - 14.640 torcedores (13.735 pagantes)

RENDA - R$ 351.130,00

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.