Inter bate Vitória no Beira-Rio, mas não sobe na tabela

O triunfo do Internacional sobre o Vitória por 1 a 0, neste domingo, no Beira-Rio, não fez com que o time gaúcho melhorasse sua colocação no Campeonato Brasileiro, mas colocou o clube na briga por uma vaga à Libertadores de 2009. Veja também: Brasileirão Série A - Classificação Brasileirão Série A - Calendário/Resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Acompanhe os detalhes da rodada no Território EldoradoO resultado deixou a equipe comandada por Tite na 11.ª posição, com 39 pontos, e a quatro de distância do quarto colocado. Pelo outro lado, o time baiano perdeu a chance de entrar no G-4, e permanece com 40 pontos, em sétimo.Jogando em casa, o Inter começou pressionando. Mesmo sem levar perigo, os gaúchos dominavam as ações ofensivas na partida. Somente após os 15 minutos, o Vitória começou a tentar equilibrar o confronto. Aos 18, o lateral-esquerdo Gustavo Nery sentiu uma contusão e deixou o campo para a entrada de Marcão. Quando o relógio marcava 26 minutos, o Inter chegou com perigo pela primeira vez. Ricardo Lopes cruzou e Alex cabeceou com estilo, fazendo a bola raspar a trave direita do gol defendido por Viáfara. Aos 29, o árbitro marcou um pênalti fora do lance. No cruzamento, Nilmar foi impedido de subir pela zaga do Vitória.Após muita reclamação do time baiano, Alex foi para a cobrança. O meia ensaiou uma paradinha, atrasou o chute, e acertou o canto de Viáfara, que foi na bola mas não conseguiu alcançar. O gol animou o Vitória e a equipe tentou reagir imediatamente. Pressionando, a equipe do técnico Vágner Mancini ameaçou aos 35 minutos, quando Marcelo Cordeiro cruzou rasteiro para a pequena área e Bolívar conseguiu tirar para escanteio, evitando o gol de Osmar, que vinha logo atrás.Depois de ter duas faltas perigosas na entrada da área, ainda na primeira etapa de jogo, o Vitória voltou melhor para o segundo tempo. Leandro Domingues perdeu a chance mais clara de empate no duelo. Aos sete minutos, o atacante nem precisou sair do chão para cabecear no contra pé de Clémer. A bola foi devagar, e o goleiro ainda teve tempo de se recuperar e fazer a defesa. O time baiano chegou novamente com Rafael, que cortou a zaga e bateu de fora, mas o chute saiu por cima.O Inter conseguiu recuperar o controle do jogo e passou a administrar o resultado, indo com cautela para o ataque. Aos 27, o time gaúcho poderia ter definido o jogo com Índio. O zagueiro perdeu um gol incrível, ao escorar o cruzamento de D''Alessandro para fora, já dentro da pequena área. O Vitória ainda voltou à carga nos minutos finais, mas não teve organização suficiente para chegar à igualdade.Na próxima rodada, o Inter faz o clássico contra o Grêmio. O confronto acontece no domingo, no Beira-Rio. Ainda no sábado, o Vitória tenta continuar na luta pela Libertadores contra o embalado Goiás, no Serra Dourada.Internacional 1 x 0 Vitória Internacional - Clemer; Ricardo Lopes, Índio, Bolívar e Gustavo Nery (Marcão); Edinho, Magrão, Guiñazu e D''Alessandro; Alex (Taison) e Nilmar (Daniel Carvalho). Técnico: Tite.Vitória - Viáfara; Rafael, Anderson Martins, Leonardo Silva e Marcelo Cordeiro; Vanderson, Renan (Adriano), Ramon (Ricardinho) e Williams; Osmar (Robert) e Leandro Domingues. Técnico: Vágner Mancini.Gol - Alex (pênalti), aos 31 minutos do primeiro tempo.Cartões amarelos - Ricardo Lopes, Rafael e Leonardo Silva.Árbitro - Elmo Resende Cunha (GO).Renda e público - Não disponíveis.Local - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.