Inter de Limeira procura técnico

A diretoria da Internacional de Limeira foi pega de surpresa nesta final de semana com o anúncio da saída do técnico Júlio Espinosa. O treinador chegou a um entendimento com o presidente João Júnior, após receber proposta do futebol japonês, e deixou o clube. O gerente de futebol, Júnior Barros, disse que o time não tem pressa em definir o novo técnico. "Os jogadores entram de férias nesta terça-feira. Vamos definir o nome do novo técnico com calma. Até a reapresentação do time, em 3 de janeiro, a nova comissão técnica estará definida. Não temos nenhum nome definido, o que existe é muita especulação", disse Júnior Barros, que não descarta a chegada do novo técnico ainda nesta semana. Por enquanto, o auxiliar técnico Serginho assume interinamente a função. Espinosa chegou em Limeira no dia 16 de novembro para comandar a Inter no Campeonato Paulista. Ele estava no Rio Branco e deixou o clube de Americana para acertar com a Inter de Limeira. Nesta segunda-feira, se apresentou o experiente meia Gil Baiano, contratado na semana passada. O meia disputou a Série B pelo Náutico. Barros disse que o time estava perto de anunciar um atacante e um lateral, mas com a saída do treinador, as negociações foram canceladas temporariamente. A Inter contratou para o Paulistão: os goleiros Marcelo Cruz e Hélder, os laterais Edinho e Valdir, os zagueiros Émerson e André Turato, o volante Fábio Recife, os meias Alexandre Salles, Gil Baiano, Fabiano Negreiro, Deivid, Canela e Carlos Alberto, além dos atacantes Paulo Diniz, Lê e Sandro Oliveira. O jogo treino contra o Rio Claro, marcado para terça-feira, está confirmado assim como o recesso natalino dos jogadores até o dia 3 de janeiro, data da reapresentação. De 8 à 15 de janeiro, haverá pré-temporada em uma cidade a ser determinada, com preparativos para a estréia no Paulistão 2005, no dia 19 de janeiro, às 15h30, no Limeirão, contra o Palmeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.