Inter de Milão busca recorde de vitórias no Italiano

Após a paralisação do Campeonato Italiano devido às festas de fim de ano, a Inter de Milão tenta neste sábado obter sua 12ª vitória consecutiva no torneio e estabelecer novo recorde na Série A - divide atualmente o feito com a Roma, que também conseguiu 11 triunfos seguidos na temporada passada. Para isso, a equipe do técnico Roberto Mancini precisa bater o Torino, fora de casa, no Olímpico de Turim. A equipe dos brasileiros Adriano, Júlio César, Maicon, e Maxwell está invicta (15 vitórias e três empates) e lidera o Nacional com 48 pontos, sete à frente da segunda colocada, a Roma. O time da capital do país pega o Messina longe dos seus domínios, no domingo, no Estádio San Filippo. Para conseguir o recorde, a Inter conta também com o tabu de não perder para o adversário deste fim de semana há 13 anos. Porém, o meia sérvio Dejan Stankovic pediu atenção para evitar o tropeço. "Sabemos que o jogo contra o Torino será difícil, já que é um time muito bem organizado. Mas se mostrarmos o máximo de nossas possibilidades, se estivermos concentrados, determinados e suficientemente agressivos no jogo, podemos ganhar", analisou. Para a partida, Mancini colocará Adriano no banco de reservas. Apesar do brasileiro ter marcado na vitória sobre o Empoli (2 a 0), durante a semana, pela Copa da Itália, o setor ofensivo será formado pelo sueco Zlatan Ibrahimovic e pelo argentino Hernán Crespo, que está voltando de contusão. Na outra partida deste sábado do Italiano, o Empoli recebe o Parma, que está numa tremenda crise financeira e espera um comprador. Já o Milan, de Kaká e Ricardo Oliveira, tenta subir na tabela diante do Reggina, em casa, no San Siro, no domingo. O time milanês ocupa a 12ª posição, com 20 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.