Inter de Milão conquista o tri do Campeonato Italiano

Zlatan Ibrahimovic retornou de contusãopara marcar duas vezes e a Inter de Milão manteve o título doCampeonato Italiano neste sábado com uma vitória por 2 x 0sobre o Parma, que acabou sendo rebaixado. O triunfo da Inter no último dia da temporada levou o timeao seu 16o título italiano e o terceiro consecutivo. O time de Roberto Mancini sofreu para ser campeão, perdendooportunidades para garantir o título nas duas últimas semanas edeixando uma diferença de 11 pontos na liderança que tinha emfevereiro chegar a apenas um. No fim das contas, a segunda colocada Roma terminou trêspontos atrás da Inter, depois de empatar por 1 x 1 com oCatânia, que se manteve na primeira divisão, ao contrário doEmpoli, que foi para a segunda divisão mesmo vencendo oLivorno, que já havia sido rebaixado, por 2 x 1. A Fiorentina conseguiu a última vaga para a Liga dosCampeões, ficando à frente do Milan, graças ao gol marcado porPablo Osvaldo, que garantiu a vitória por 1 x 0 sobre o Torino. O quinto colocado Milan venceu a Udinese por 4 x 1, masficará de fora da principal competição de clubes da Europa pelaprimeira vez desde a temporada 2001/02. O clube confirmou queCarlo Ancelotti segue como técnico para a próxima temporada,apesar do mau desempenho do time. O atacante da Juventus, Alessandro Del Piero, foi oartilheiro do Italiano pela primeira vez, depois de marcar doisgols no empate de seu time por 3 x 3 com a Sampdoria no sábado.Del Piero marcou 21 gols no campeonato. VÁRIOS TROPEÇOS O atacante sueco Ibrahimovic não jogava há um mês e meio emrazão de uma contusão no joelho, período no qual a Inter sofreuvários tropeços e chegou a ficar ameaçada de jogar fora umscudetto que parecia tão ganho como o que conquistou em 2002. O primeiro tempo em Parma foi sofrível, com os jogadoreslutando para jogar futebol em um gramado bastante molhado. A Inter, sabendo que a vitória seria suficiente para levaro título, independentemente do resultado do jogo da Roma, crioualgumas chances no primeiro tempo, mas o time só deslanchouapós a entrada de Ibrahimovic, logo no início do segundo tempo. O atacante grandalhão marcou o primeiro com um belo chutede fora da área, aos 17 do segundo tempo, e fechou o placar aocompletar um cruzamento de Maicon quando faltavam 10 minutospara o fim da partida. Os torcedores da Inter foram proibidos de assistir ao jogopor razões de segurança, mas muitos deles conseguiram entrar noestádio, com milhares do lado de fora esperando para celebrar otítulo. Relatos da imprensa local dão conta de que houve brigas nasruas ao redor do estádio antes do início do jogo, com vidros decarros quebrados e pedras sendo jogadas na polícia, mas asituação não chegou a ficar fora de controle. O Parma demitiu o ex-técnico da Inter, Hector Cuper, nasemana passada e entregou o comando do time ao jovem treinadorAndrea Manzo, sabendo que precisava da vitória para ter umachance de permanecer na primeira divisão. O campeão de 1995 e 1999 da Copa da Uefa lutou muito e tevealgumas poucas chances, mas efetivamente não fez nada queimpedisse a queda para a segunda divisão após 18 anosconsecutivos na elite do futebol italiano. Até o primeiro gol de Ibrahimovic, a Roma estava viva nabriga pelo título, depois de um belíssimo gol de Mirko Vucinic,que colocou o time da capital à frente no placar com oitominutos de jogo na Sicília.No entanto, o Catânia pressionou muito pelo empate e finalmentechegou a ele com o gol que manteve o time na Série A, marcadopor Jorge Martinez quando faltavam cinco minutos para o fim dojogo.O Empoli, que foi sétimo na temporada passada e chegou adisputar a Copa da UEFA, teria permanecido na primeira divisãoem razão da vantagem que tinha no confronto direto com oCatânia, caso o time de Walter Zenga não houvesse marcado ogol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.