AFP
AFP

Inter de Milão descarta demitir Frank de Boer após início ruim de temporada

Técnico soma apenas quatro vitórias em dez rodadas no Campeonato Italiano

Estadão Conteúdo

28 Outubro 2016 | 11h25

O início ruim de temporada da Inter de Milão, com apenas quatro vitórias nas dez primeiras rodadas do Campeonato Italiano, não ameaça o futuro do técnico Frank de Boer. Ao menos foi o que garantiu nesta sexta-feira a diretoria do clube, garantindo total apoio ao holandês.

"Estamos muito satisfeito com Frank de Boer", disse o CEO do clube, Michael Bolingbroke, após o encontro com os acionistas da Inter. "Ele aceitou vir para cá no último minuto e isso não é uma situação fácil. Nós estamos 100% com ele".

De Boer foi contratado menos de duas semanas antes do início da temporada, depois que Roberto Mancini foi surpreendentemente demitido, sob rumores de desentendimentos com os novos proprietários do clube, que foi adquirido pelo Grupo Suning, gigante do varejo chinês.

A Inter está em décimo lugar no Campeonato Italiano, dez pontos atrás da líder Juventus. O time também perdeu dois dos três jogos que disputou na Liga Europa sob o comando de De Boer.

O diretor esportivo Piero Ausilio garantiu que a Inter não entrou em contato com outros treinadores para uma possível substituição a De Boer. "Um monte de pessoas está se oferecendo, mas o banco da Inter pertence a Frank de Boer", disse. "Nós o apoiamos e estamos convencidos de que o seu projeto de futebol será vencedor".

O vice-presidente do Grupo Suning, Yang Yang, indicou que Erick Thorir, empresário indonésio que comprou a Inter de Milão da família Moratti há três anos, deve permanecer na presidência do clube.

Em junho, o Suning passou a ser detentor de 70% da Inter, com Thohir mantendo outros 30%. "Estamos muito satisfeitos com a configuração atual do clube", afirmou Yang. "(Thohir) É nosso parceiro no sudeste da Ásia, onde queremos expandir. Acreditamos plenamente nele".

Com o apoio declarado da diretoria a De Boer, a Inter de Milão voltará a jogar no próximo domingo, quando vai encarar, fora de casa, a Sampdoria, pelo Campeonato Italiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.