Inter de Milão não será investigada por envolvimento com apostas

A Promotoria de Milão não abriu nenhuma investigação sobre a acusação de que a Internazionale teria perdido de propósito algumas partidas da última temporada do Italiano por influência do esquema de apostas. Veja também: Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão A afirmação foi do jornal "La Repubblica", que cita fontes da Promotoria. Além disso, a publicação nega que já tenham sido dados os primeiros passos para abrir a investigação, denunciada pelo periódico "Il Giornale"."No relatório não há mais que uma simples reconstrução das últimas partidas do campeonato passado, e o vínculo com o mundo das apostas é pouco mais que uma hipótese. Nenhuma prova ou algo mais induziu a Promotoria a abrir uma investigação", assegurou "La Repubblica". O relatório policial divulgado pelo "Il Giornale" não acusa diretamente nenhum jogador ou o treinador Roberto Mancini, à frente da Inter na temporada 2007-08, mas faz um minucioso estudo entre as decisões técnicas do clube e suas consequências no mundo das apostas. A equipe chegou a ter uma vantagem de dez pontos na liderança, mas foi campeã com apenas três em relação à Roma. Em comunicado, o time dos brasileiros Julio César, Adriano, Maicon e Maxwell desmentiu as acusações. "Em relação ao artigo, a Inter diz que, como já afirmado pela Promotoria de Milão, não existe nenhuma investigação aberta. O clube defenderá sua própria imagem em todos os âmbitos", informa a nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.