Inter de Milão recebe em sua sede carta com cápsulas de bala

Mensagem traria ameaças à equipe, ao treinador Roberto Mancini e ao presidente Massimo Moratti

Efe,

02 de outubro de 2007 | 10h49

Uma carta com frases ameaçadoras e duas cápsulas de bala foi recebida na manhã desta terça-feira na sede da Inter de Milão, o que está sendo investigada pela Polícia italiana. Segundo informações, a carta - que foi entregue em mãos - contém ameaças à equipe, ao treinador Roberto Mancini e ao presidente e acionista de referência do clube Massimo Moratti. Mas, principalmente, chamam a atenção as duas cápsulas encontradas dentro da carta, algo que costuma ser usado pelo crime organizado, apesar de se acreditar que, neste caso, seria apenas uma brincadeira de mau gosto de um torcedor.

Tudo o que sabemos sobre:
Inter de Milãoviolência no futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.