Miguel Medina/ AFP
Miguel Medina/ AFP

Inter de Milão segura empate com a Juventus, mas pode perder ponta para o Napoli

Equipe fica com dois pontos a mais do que o time de Nápoles, que ainda vai receber a Fiorentina

Estadao Conteudo

09 de dezembro de 2017 | 20h18

A Inter de Milão segue invicta no Campeonato Italiano, mas pode perder a liderança no complemento da 16ª rodada. Neste sábado, a equipe segurou o empate por 0 a 0 com a Juventus, em confronto direto pelas primeiras posições, fora de casa, mas está sob risco de ser ultrapassado pelo Napoli.

+ Técnico do Pachuca admite atuação irregular e teme desgaste contra o Grêmio

A igualdade no clássico disputado em Turim deixou a Inter com 40 pontos, dois a mais do que Napoli e Juventus. O time de Nápoles, porém, vai receber a Fiorentina neste domingo e assumirá a liderança do Campeonato Italiano.

O goleiro Handanovic foi o principal responsável pela partida ter terminado empatada em 0 a 0, parando o ataque da Juventus. Foi assim no primeiro tempo em finalizações de Mandzukic e Handanovic. E ele também contou com a sorte em um cabeceio de Mandzukic que parou no travessão.

O cenário não foi muito diferente na etapa final, quando Handanovic conseguiu evitar um gol contra de Perisic e também um de Asamoah. Assim, a Inter sustentou a sua invencibilidade no Campeonato Italiano, apesar de ter sido dominada pela Juventus, e também a liderança, ao menos até domingo.

A equipe de Milão voltará a jogar pelo torneio nacional no próximo sábado, quando vai receber a Udinese. No dia seguinte, a Juventus medirá forças com o Bologna, fora de casa.

OUTRO EMPATE 

No outro jogo deste sábado, Cagliari e Sampdoria empataram por 2 a 2. Mesmo atuando como visitante, o time de Gênova abriu 2 a 0 em 19 minutos de jogo, com os gols marcados por Fabio Quagliarella. Porém, o Cagliari arrancou a igualdade na etapa final com os gols de Diego Farias e Leonardo Pavoletti, chegando aos 17 pontos em 13º lugar. A Sampdoria soma 27, na sexta posição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.