Inter define saída de Nilton e Argel 'escancara' portas para D'Alessandro

O Internacional já apresentou o meia equatoriano Luis Seijas, do Independiente Santa Fe, e confirmou a chegada do atacante argentino Ariel Nahuelpán, do Pachuca. Para viabilizar os reforços, era necessário fazer caixa. Por isso, o clube negociou o volante Nilton com o Visel Kobe, do Japão.

Estadão Conteúdo

27 de maio de 2016 | 10h00

"Os documentos estão sendo trocados. Estamos fazendo os contratos e provavelmente teremos uma solução nesta semana. Provavelmente tenha se encerrado a participação dele", explicou o vice-presidente de futebol do Inter, Carlos Pellegrini. O volante já nem viaja para enfrentar o Santos, domingo, na Vila Belmiro.

Nilton, porém, não quer sair. O volante foi suspenso por doping na reta final do Brasileirão do ano passado e só foi liberado para voltar aos gramados na semana passada. Ele retornou diante do São Paulo, no Morumbi, no domingo, e participou também da vitória sobre o Sport, nesta quinta-feira à tarde. Quer recuperar espaço.

Na arquibancada do Beira-Rio, o craque D'Alessandro acompanhou à partida torcendo, é claro, pelo Internacional. O meia está emprestado até o fim do ano ao River Plate, que caiu já nas oitavas de final da Libertadores. No que depender do técnico Argel, o argentino volta o quanto antes.

"Ele foi ao hotel, foi à delegação. As portas estão escancaradas. Brinquei com ele, perguntei se queria jogar às 16h. Joga comigo quando quiser. É um jogador importante como é o Alex, como é o Anderson. A gente não prioriza a individualidade", comentou Argel, negando que falte espaço no elenco para o argentino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.