Ricardo Duarte/Divulgação
Ricardo Duarte/Divulgação

Internacional derrota Cruzeiro, mas fica fora da Libertadores

Clube gaúcho terminou na quinta posição do Brasileiro

JOÃO PRATA, ESPECIAL PARA A AE, Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2015 | 19h17

O Internacional fez a sua parte e venceu o Cruzeiro por 2 a 0 neste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 38.ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O problema é que o São Paulo também fez a sua parte, derrotou o Goiás por 1 a 0, em Goiânia, e garantiu a vaga para a Copa Libertadores do próximo ano.

O time colorado terminou a competição em quinto lugar, com os mesmos 60 pontos, dois a menos do que os paulistas. Como prêmio de consolação, o Internacional garantiu vaga direta nas oitavas de final da Copa do Brasil. Os cinco primeiros colocados no Brasileirão pulam as fases iniciais do torneio mata-mata.

O Cruzeiro fechou o Brasileirão em oitavo lugar com 55 pontos e viu acabar a série invicta de 13 jogos. O duelo ainda marcou a despedida do técnico Mano Menezes, que confirmou neste domingo um acerto com o Shandong Luneng, da China. Ele substituirá o brasileiro Cuca.

Desfalcado do meia D''Alessandro, o técnico Argel Fucks optou pela entrada de Alex e lhe deu ainda a braçadeira de capitão. Mas quem foi o destaque da partida foi o atacante Vitinho, que marcou os dois gols. O primeiro saiu aos 25 minutos do primeiro tempo. Até então a partida estava equilibrada com os dois times buscando o ataque.

Vitinho foi quem esfriou os ânimos do adversário. Ele recebeu passe no bico direito da grande área e mandou uma bomba no canto oposto do goleiro. A torcida que compareceu em grande número ao Beira-Rio inflamou a equipe a partir daí e por pouco não veio o segundo em dois lances na sequência.

Primeiro Rodrigo Dourado subiu mais alto do que a zaga e cabeceou por cima. Depois, Alex cruzou na área, Paulão disputou a bola com Rafael e Ernando mandou para as redes. O árbitro, no entanto, assinalou impedimento de Paulão.

No segundo tempo, Mano Menezes deixou o Cruzeiro mais ofensivo com a entrada de Allano no lugar de Willian Farias. O atacante entrou em campo cheio de energia e criou duas chances nos primeiros minutos. O Internacional, no entanto, retomou as ações da partida e quase ampliou em chute de Paulão, que Rafael defendeu e depois em cabeceio de Lisandro López, que saiu à direita do gol.

O Internacional marcava sob pressão e ampliou o marcador graças a um vacilo de Mayke e Grolli, que deixaram a bola para Lisandro López. O argentino invadiu a área e, na saída do goleiro, rolou para Vitinho, que empurrou para as redes.

Pouco depois de comemorar o gol, os torcedores do Internacional vibraram ainda mais com um boato de que o Goiás havia aberto o marcador no estádio Serra Dourada. Mas após a euforia inicial, veio a decepção, pois a partida em Goiânia seguia 0 a 0. No Beira-Rio, o Cruzeiro não esboçava reação e o time colorado ainda perdeu um gol com Rodrigo Dourado, que desviou cruzamento de Anderson para fora.

A arquibancada do estádio permanecia calada. Os torcedores, com os ouvidos atentos ao jogo do São Paulo, roíam as unhas na expectativa de alcançar a vaga na Libertadores. O problema é que o time goiano já não tinha tanto motivo para vencer a partida, pois o Figueirense derrotava o Fluminense e, com isso, nem mesmo a vitória livraria a equipe esmeraldina do rebaixamento. O balde de água fria ao público do Beira-Rio veio nos instantes finais, quando Rogério marcou para o São Paulo e garantiu a vaga aos paulistas.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 2 x 0 CRUZEIRO

INTERNACIONAL - Alisson; William, Paulão, Ernando e Artur; Nico Freitas (Silva), Rodrigo Dourado, Anderson (Matheus Bertotto) e Alex (Andrigo); Vitinho e Lisandro López. Técnico: Argel Fucks.

CRUZEIRO - Rafael; Mayke (Fabiano), Manoel, Douglas Grolli e Mena; Willian Farias (Allano), Willians, Ariel Cabral, Marcus Vinícius e Arrascaeta (Joel); Willian. Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Vitinho, aos 25 minutos do primeiro tempo; Vitinho, aos 16 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Andrigo e Vitinho (Internacional); Douglas Grolli (Cruzeiro).

ÁRBITRO - Andre Luiz de Freitas Castro (GO).

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoInterCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.