Divulgação
Divulgação

Inter desmente procura por Luxemburgo: 'É um boato'

Piffero desmente tentativa de contratar o técnico, negando ter procurado o treinador que deve permanecer no Flamengo

Estadão Conteúdo

16 de dezembro de 2014 | 16h41

O Internacional desmentiu na tarde desta terça-feira uma suposta tentativa de contratar o técnico Vanderlei Luxemburgo para a próxima temporada. Horas depois de o próprio treinador divulgar nota agradecendo o interesse do clube mas rejeitando a sondagem, o novo presidente colorado, Vitorio Piffero, desmentiu qualquer procura por Luxemburgo, que seguirá no Flamengo em 2015.

"É um boato, não procurei o Luxemburgo", afirmou o presidente, que revelou ainda um desejo do treinador de treinar o Inter ao longo dos últimos anos. "Sempre houve um grande interesse do Luxemburgo em treinar o Inter, até porque já jogou aqui, mas não há qualquer fundo de verdade na procura por ele."

Piffero falou durante a entrevista coletiva para apresentação de Luiz Fernando Costa como novo vice-presidente de futebol, mas o assunto acabou sendo mesmo a suposta procura por Luxemburgo. Luiz Fernando foi na linha do que disse o presidente e também descartou a sondagem.

"Nos últimos dez anos cruzei com o Luxemburgo por diversas vezes. Ele mesmo disse que queria treinar o Inter. Mas nunca tratei desse assunto com ele", afirmou o novo homem forte do futebol do clube.

Apesar de afirmarem que não fizeram qualquer proposta, os dois dirigentes admitiram que Luxemburgo seria um bom nome para assumir a vaga de Abel Braga em 2015. Até porque o Inter está ficando sem opções, depois de não chegar a um acordo para a permanência de Abel e ver Tite, principal sonho da diretoria, acertar com o Corinthians.

"O Luxemburgo seria um bom nome", admitiu Luiz Fernando Costa. "Nós não descartamos nome nenhum. Mas vamos seguir o que fazemos nos últimos anos. O Inter só fala em nome depois que o contrata, e é assim que vamos agir desta vez", apontou o presidente Vitorio Piffero.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterVanderlei Luxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.