Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

Inter é batido pelo Cruzeiro-RS e voltará a encarar rival nas quartas do Gaúcho

Colorado termina primeira fase com campanha fraca

Estadão Conteúdo

30 de março de 2017 | 00h06

O Internacional fechou de forma negativa a sua campanha na primeira fase do Campeonato Gaúcho, nesta quarta-feira à noite, no estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. A equipe colorada foi derrotada pelo Cruzeiro-RS por 2 a 1 e terminou este estágio da competição apenas na sétima posição.

O resultado fez o Inter encerrar a primeira fase apenas na sétima colocação, com 14 pontos, enquanto o Cruzeiro se garantiu na expressiva vice-liderança, com 20 pontos, ficando atrás apenas do Novo Hamburgo, que chegou aos 23 ao vencer o Veranópolis por 1 a 0, em casa, em outro duelo da noite desta quarta.

Curiosamente, a combinação de resultados fará com que Inter e Cruzeiro voltem a se enfrentar novamente nas quartas de final. Por ter realizado melhor campanha, o time cruzeirense terá a vantagem de fazer em casa o duelo de volta do mata-mata, enquanto o confronto de ida ocorrerá em Porto Alegre. Os dois jogos serão nos dois próximos finais de semana.

Quem avançar neste mata-mata irá enfrentar nas semifinais o vencedor da série decisiva entre Caxias e Juventude, que avançaram às quartas de final respectivamente como terceiro e sexto colocados. O Caxias fechou esta fase com 19 pontos ao empatar por 0 a 0 com o Ypiranga, fora de casa, enquanto o Juventude se classificou ao derrotar o São José por 1 a 0.

O Ypiranga, por sua vez, fechou a primeira fase no 11º e penúltimo lugar, com nove pontos, e foi rebaixado para a segunda divisão do Gaúcho, assim como o Passo Fundo, último colocado, também com nove, mesmo com a vitória por 2 a 1 sobre o Brasil de Pelotas, este o décimo na tabela e que fracassou na tentativa de classificar para as quartas de final.

O JOGO

Mesmo escalado por Antônio Carlos Zago com os seus principais jogadores, o Inter começou a partida desta quarta de forma irreconhecível e foi surpreendido por dois belos gols já na etapa inicial. O primeiro deles saiu aos 27 minutos, quando Sander cruzou da esquerda para Lucão, que no segundo pau escorou para Lucas Martins acertar belo chute cruzado. O goleiro Danilo Fernandes ainda tocou na bola, mas ela entrou em seu canto direito.

Empolgado, o Cruzeiro ampliou o placar aos 38 minutos. E de novo com um golaço. Batizado com o nome de um dos maiores gênios da histórica da música, o lateral John Lennon arrancou com a bola pelo lado direito e saiu enfileirando adversários, passando por Uendel, Cuesta e Dourado, antes de cruzar da grande área para Lucão, que finalizou para as redes: 2 a 0.

Com dois gols de desvantagem, Zago resolveu mandar o Inter a campo para o segundo tempo com o atacante Roberson no lugar do meia Valdívia. E logo aos 2 minutos o time colorado descontou o placar. Brenner foi lançado pelo lado direito e chutou cruzado. O goleiro Deivity defendeu, mas deu rebote para Nico López, que da pequena área bateu para balançar as redes.

Após o gol, o Inter começou a colocar pressão sobre o Cruzeiro e quase empatou aos 13 minutos, quando Willian bateu falta e acertou o travessão do goleiro Deivity.

O Inter, porém, sofria para engrenar e Zago ainda acabou sacando D'Alessandro, principal nome do time, para a entrada de Gustavo Ferrareis. Aparentemente, o treinador sacou o argentino por motivo de cansaço, já que ele era a principal esperança de articulação de jogadas ofensivas para a equipe colorada.

E o Inter acabou conseguindo produzir pouco mesmo na etapa final, embora tenha pressionado e buscado o empate até o fim. Agora, restará aos colorados tentarem dar o troco no próprio Cruzeiro nas quartas de final.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.