Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians e Ricardo Duarte|Inter FC
Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians e Ricardo Duarte|Inter FC

Internacional e Corinthians colocam rivalidade em campo no Beira Rio

Colorados e alvinegros se envolveram em muitas polêmicas nos últimos anos

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2017 | 07h01

Corinthians e Internacional escrevem nesta quarta-feira mais um capítulo de um clássico nacional que aflorou a rivalidade nos últimos anos e criou uma das maiores disputas do País. Confusões dentro e fora de campo fazem com que o confronto válido pela quarta fase da Copa do Brasil, às 21h45, no Beira Rio, tenha tudo para ser uma partida marcada pelo equilíbrio e vontade de ambos lados para não dar motivos para o adversário sorrir. 

De 2005 para cá, Corinthians e Inter entraram em choque diversas vezes. Desde o polêmico lance em que Tinga teria sido derrubado pelo goleiro Fábio Costa dentro da área e o árbitro não deu pênalti, os dois clubes têm trocado farpas e feito jogos turbulentos. O técnico do Internacional nesta noite é Antonio Carlos Zago, que tem um passado conturbado no adversário. Em março de 2009, o então diretor-técnico do Corinthians pediu demissão após passar a noite em uma casa noturna com o atacante Ronaldo, em Presidente Prudente. 

Meses depois, Corinthians e Inter decidiram a Copa do Brasil e deram início a mais uma polêmica. O argentino D'Alessandro tentou agredir o zagueiro William, que saiu debochando do rival. O jogador do Inter, inclusive, deverá ser a principal novidade da equipe na partida desta noite. Ao final da partida, o presidente do Inter, Fernando Carvalho, fez um DVD com alguns lances em que, segundo ele, o rival teria sido beneficiado. 

Os corintianos responderam com ironias e sempre que vence um jogo diante dos gaúchos mandam colocar as imagens no DVD. O telão da Arena Corinthians chegou a mostrar a mensagem "põe no DVD" após o time alvinegro derrotar os colorados por 2 a 1, no Campeonato Brasileiro do ano passado. 

A polêmica mais recente se dá pela tentativa de troca entre Giovanni Augusto e Valdivia. O meia corintiano não aceitou ir jogar no clube gaúcho e o Corinthians divulgou que foi procurado pelos colorados para efetuar a negociação, mas não teve interesse em levar adiante as conversas. Irritados, o técnico Antônio Carlos e o vice de futebol, Roberto Melo, acusaram a diretoria corintiana de mentir na negociação e asseguram que foi o clube paulista quem procurou o Inter para fazer negócio. Os dois atletas devem ficar no banco de reservas nesta quarta-feira.

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, rebateu. "Eles (dirigentes do Inter) falam o que eles querem da mesma forma que eu falo o que eu quiser. Não quero criar polêmica. Na hora certa, eu vou mostrar quem está mentindo. Vamos entrar em campo e fazer nosso trabalho, que é vencer o Inter. Ele acha que eu sou mentiroso. É uma opinião dele. Não vou discutir", disse o dirigente.

No meio da disputa de dirigentes, Fábio Carille espera que os jogadores não deixem que o clima quente atrapalhe a concentração. "A gente tem que alertar eles para estarem concentrados e não deixar que qualquer entrada mais dura ou provocação os tirem do sério. É importante acabar o jogo com 11 jogadores. Essas partidas sempre acabam em expulsão. Que eles fiquem concentrados na partida, joguem bola e não deixe que nada os prejudiquem", projetou o treinador. 

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Carlinhos; Rodrigo Dourado, Edenílson, Uendel e D'Alessandro; Nico López e Brenner. 

Técnico: Antônio Carlos Zago

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Romero; Clayton.

Técnico: Fábio Carille

Juiz: Wagner Magalhães (RJ) 

Local: Beira Rio, em Porto Alegre  

Horário: 21h45

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebolCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.