Inter embarca para o Equador e espera por Clemer

O Internacional embarcou nesta terça-feira para Guayaquil, no Equador, com um problema: o goleiro Clemer não se recuperou da pancada sofrida no último domingo, num choque com o atacante Herrera, do Atlético-PR, e pode desfalcar a equipe no jogo desta quarta-feira, contra a LDU, pelas quartas-de-final da Libertadores. Clemer fez tratamento durante toda a segunda-feira em Curitiba, onde a equipe permaneceu após a vitória por 2 a 1 que a deixou com os mesmos 10 pontos do Santos, líder do Brasileiro - o time gaúcho só é superado no saldo de gols. O técnico Abel Braga espera poder contar com ele já no treino da tarde desta terça-feira, em Guayaquil. Por precaução, o terceiro goleiro, Renan, juntou-se à delegação. Se Clemer não tiver condição de jogo, Marcelo Boeck será o titular. Desfalque certo é o meia Adriano, que sofreu uma contusão muscular no jogo contra o Atlético-PR e voltou a Porto Alegre para realizar tratamento médico. Para evitar os efeitos da altitude de Quito, que está 2.800 metros acima do nível do mar, o Inter fica em Guayaquil e só chega à cidade horas antes da partida, marcada para as 19h30 de Brasília.

Agencia Estado,

09 Maio 2006 | 13h12

Mais conteúdo sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.