Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Inter empata com o Fluminense e sobe para terceiro

No Maracanã, equipe colorada fica no 2 a 2 e continua na luta pelo título do Campeonato Brasileiro

BRUNO LOUSADA, O Estado de S. Paulo

18 de outubro de 2009 | 19h06

Fluminense e Internacional precisavam da vitória, mas apenas empataram por 2 a 2, neste domingo, no Maracanã. O resultado foi ruim para os dois clubes. A equipe carioca aumentou seu drama e está mais perto do rebaixamento, na última posição do Campeonato Brasileiro com 26 pontos.

 

Veja também:

forum Bate-Pronto: Alguém quer ganhar o Brasileiro?

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Já o Internacional poderia ter alcançado a segunda posição, ficando a três pontos do líder Palmeiras - vencia por 2 a 1 até aos 41 minutos do segundo tempo. Mas sofreu o gol de empate, marcado pelo zagueiro Gum, que fez os dois do Fluminense. Com o resultado, a equipe subiu da quarta para a terceira colocação, superando o São Paulo, e está a cinco pontos do líder Palmeiras, que tem 54.

"Não podemos jogar a toalha. Vamos até o fim, lutando, acreditando", disse o zagueiro Luiz Alberto, sem esconder o abatimento com a situação delicadíssima do Fluminense.

O jogo deste domingo prometia fortes emoções. A equipe mandante precisava vencer para tentar sair da lanterna e, de quebra, alimentar o sonho de evitar o rebaixamento, enquanto o Internacional encarava a partida como uma decisão.

A torcida do Fluminense colocou na arquibancada uma faixa com a inscrição "Lutem até o fim". Os jogadores assimilaram o recado e se desdobraram em campo. Se existe limitação técnica, não faltou vontade da equipe, que fez um bom primeiro tempo.

O Internacional fez 1 a 0 com Alecsandro, aos 13 minutos, aproveitando cruzamento de Daniel. Mas o Fluminense ergueu a cabeça e foi à luta. Até que o zagueiro Gum, de cabeça, empatou aos 42.

Devido ao forte calor, o juiz Wallace Nascimento Valente interrompeu o jogo, na metade do primeiro tempo, por quase dois minutos. Os jogadores beberam água e ouviram instruções de seus treinadores. "É um desrespeito marcar um jogo, com esse calor, às 15 horas (16 horas, no horário de verão)", criticou Alecsandro, no intervalo.

Na etapa final, o Fluminense desperdiçou algumas oportunidades, mas foi o Internacional quem fez 2 a 1. Aos 20 minutos, o atacante Marquinhos fez grande jogada individual e bateu sem chance para o goleiro Rafael. A equipe tricolor não sentiu o golpe e achou o empate, novamente com Gum, quase no fim da partida. O que não impediu que saísse de campo vaiada.

FLUMINENSE 2 X 2 INTERNACIONAL

Fluminense - Rafael; Gum, Luiz Alberto e Digão; Mariano (Ruy), Diogo, Diguinho, Conca e João Paulo (Marquinho); Alan e Fred (Adeílson). Técnico - Cuca

Internacional - Lauro; Daniel (Danny Morais), Índio, Sorondo e Fabiano Eller; Sandro (Andrezinho), Guiñazu, D''Alessandro (Marquinhos), Glaydson e Kléber; Alecsandro. Técnico - Mário Sérgio

Gols - Alecsandro, aos 13, e Gum, aos 42 minutos do primeiro tempo;Marquinhos, aos 19 minutos, e Gum, aos 41 minutos do segundo tempo

Juiz - Wallace Nascimento Valente

Cartão amarelo - Digão, Conca, Daniel, Glaydson, Fabiano Eller e Fred

Renda - R$ 181.699,00

Público - 28.138 pagantes

Local - Maracanã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.