Ricardo Duarte / SC Internacional
Ricardo Duarte / SC Internacional

Inter encara o Atlético-GO na busca para se readaptar sem Guerrero e voltar a vencer

Atacante peruano sofreu grave lesão e não deve mais atuar no Campeonato Brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2020 | 08h59

O Internacional faz nesta quarta-feira seu primeiro jogo sem Paolo Guerrero. Tentando se readaptar à ausência de seu artilheiro e principal jogador, a equipe colorada enfrenta o Atlético-GO às 20h30, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, e aposta no seu bom retrospecto jogando no Beira-Rio, onde continua forte mesmo sem a presença de seu torcedor.

O Inter venceu seus dois primeiros jogos e foi superado pelo Fluminense na última rodada. Dessa maneira, soma seis pontos e está na terceira colocação, atrás apenas de Vasco e Atlético-MG, que ostentam 100% de aproveitamento.

Guerrero sofreu uma lesão no ligamento cruzamento do joelho e, segundo informou o clube na segunda-feira, está fora do restante da temporada. Ou seja, o centroavante peruano não terá condições de jogo até fevereiro de 2021, quando se encerrará a atual edição do Brasileirão.

O jogador de 36 anos sofreu a grave lesão numa dividida com Igor Julião, no segundo tempo da derrota para o Fluminense, por 2 a 1, no último domingo. A baixa será muito sentida porque não há ninguém no elenco capaz de substituir Guerrero à altura. Ele marcou 10 gols em 15 jogos disputados neste ano e é o maior goleador da equipe na temporada. Também lidera, no momento, a lista da artilharia do Brasileirão, com três gols.

Recém-chegado do Santos, Yuri Alberto é o jogador do elenco com as características mais próximas do peruano. No entanto, ele faz parte do grupo colorado apenas desde a semana passada e atuou poucos minutos por enquanto. Com isso, neste primeiro momento, quem deve ficar com a vaga no comando de ataque é William Pottker.

Boschilia também desfalca a equipe. O meia viajou para Americana, no interior de São Paulo, para resolver questões particulares. Em seu lugar, a tendência é que o técnico Eduardo Coudet escale Marcos Guilherme. O jovem Bruno Praxedes também é uma opção.

Rodrigo Lindoso sentiu um desconforto muscular contra o Fluminense, mas não preocupa e deve jogar. Se não puder atuar, Musto será escalado. Na zaga, é provável que Zé Gabriel seja mantido ao lado de Victor Cuesta. Existe a possibilidade remota de Coudet promover outras trocas para preservar jogadores desgastados fisicamente.

Atlético-GO também tem desfalques

O Atlético Goianiense tem dois desfalques para enfrentar o Internacional, nesta quarta-feira, às 20h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral-direito Dudu e o meia Gustavo Ferrareis não podem atuar porque pertencem ao próprio clube gaúcho. Dudu já não poderia atuar de qualquer maneira porque foi expulso no compromisso anterior e vai cumprir suspensão automática.

Assim, o técnico Vágner Mancini deve utilizar o experiente Moacir na lateral, enquanto Matheuzinho ganha a vaga no ataque, em um time montado no esquema 4-3-3. O atacante Renato Kayzer, tratando de lesão muscular, também está fora, mas já não vinha atuando.

Depois da estreia espetacular ao vencer o Flamengo por 3 a 0, o time goiano empatou com o Sport por 1 a 1, tendo somado quatro pontos em casa. Agora fará o primeiro duelo na condição de visitante.

"O objetivo é manter o nosso ritmo de jogo, que funcionou bem nas duas rodadas anteriores. É claro que o Inter, jogando em casa, é muito forte e teremos que manter o foco muito alto na marcação. Mas não podemos só ficar lá atrás sob o risco de sofrer gols", prevê o técnico Mancini.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.