Inter fecha com construtora para reformar o Beira-Rio

O Internacional confirmou nesta sexta-feira que fechará contrato com a construtora Andrade Gutierrez para a reforma do estádio Beira-Rio. A informação foi divulgada pelo site do clube. A nota, assinada pelo presidente Giovani Luigi, revela que o clube recebeu doze manifestações de interesse e duas propostas efetivas de parceria, da empresa escolhida e também da construtora Construcap.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

13 de maio de 2011 | 18h44

Os detalhes do acordo ainda não foram divulgados formalmente, mas desde o início do ano, quando o clube começou a discutir a possibilidade de trocar o investimento com recursos próprios por uma parceria, sabe-se que a empresa associada terá de apresentar as garantias financeiras exigidas pela Fifa para homologar o estádio como sede da Copa de 2014.

A construtora assumirá a maior parte dos custos do projeto, estimados em R$ 290 milhões, e terá direito a explorar espaços novos como cadeiras VIPs, camarotes, lojas e prédio-garagem para três mil vagas durante 20 anos. O clube entra com R$ 26 milhões, equivalentes ao valor da venda do Estádio dos Eucaliptos, e não terá de arcar com eventuais variações de custos durante a construção.

A reforma está em andamento desde o final do ano passado. O Internacional já retirou parte das arquibancadas inferiores e preparou as fundações para a estrutura de sustentação à cobertura do estádio. Pelas projeções do clube, o contrato com a Andrade Gutierrez será assinado em 30 dias. O novo Beira-Rio deve ficar pronto até o final de 2012 e será palco de alguns jogos da Copa das Confederações, em 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.