Jefferson Bernardes/Vipcomm
Jefferson Bernardes/Vipcomm

Inter goleia Cuiabá por 4 a 1 e avança à terceira fase da Copa do Brasil

Time gaúcho fez valer o mando de campo e o favoritismo diante do modesto rival

AE, Agência Estado

15 de maio de 2014 | 00h20

PORTO ALEGRE - O Internacional não deu chance para a "zebra" nesta quarta-feira e tratou de garantir sua classificação à terceira fase da Copa do Brasil com uma goleada. Em sua despedida do Beira-Rio antes da Copa do Mundo, o time gaúcho fez valer o mando de campo e o favoritismo diante do modesto Cuiabá pelo placar de 4 a 1.

Com o resultado, o Inter deixou para trás o empate por 1 a 1 da partida de ida. E agora aguarda o confronto entre Ceará e Chapecoense. Nesta noite, o time nordestino venceu a partida de ida por 2 a 1 na casa dos catarinenses. A volta será disputada somente depois do Mundial, no dia 23 de julho, em Fortaleza.

Sem esboçar dificuldade, o time gaúcho dominou o rival nesta quarta e construiu a boa vantagem no placar gradualmente e sem sustos. Ainda que não exibisse um grande futebol, o Inter abriu o placar aos 23 minutos, em finalização de Alex. Alan Patrick iniciou a jogada, que teve ainda Rafael Moura de garçom.

O gol deu mais confiança ao time da casa, que passou a ceder espaços para o Cuiabá. Os visitantes tentaram aproveitar a chance e quase empataram no fim do primeiro tempo. Mas as iniciativas ofensivas deixavam brechas na defesa. E o Inter não perdoou. Aos 10 da segunda etapa, Aránguiz cruzou da linha de fundo e Rafael Moura completou para as redes.

O terceiro só veio aos 41. E novamente com assistência de Aránguiz. Alex anotou seu segundo gol. Na sequência, Fabrício marcou o quarto de cabeça, após cobrança de escanteio. Nos acréscimos, o Cuiabá anotou o seu de honra. Alan Popó encobriu o goleiro Dida e fechou o placar.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilInterCuiabá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.