Inter: Joel só fica se time vencer

O jogo contra o Fluminense, nesta quarta-feira, contra o Fluminense, no Rio de Janeiro, é crucial para as pretensões do Internacional e para o emprego do técnico Joel Santana no clube. Uma vitória pode até levar o time da 15ª posição, com 35 pontos, para a décima posição, com 38 pontos, desde que Cruzeiro, Coritiba, Figueirense e Criciúma percam seus jogos, e tem o poder de reanimar uma equipe cabisbaixa pela recente série de maus resultados. Mas uma derrota, mesmo sem fazer o clube perder posições na tabela de classificação, é sinônimo de crise e, neste caso, a saída de Joel Santana é tida como certa. Decepcionado com a apatia demonstrada na derrota para o Paysandu, por 2 a 1, no sábado, Joel Santana vai mexer no time de novo, dando uma nova chance ao meia Cleiton Xavier, retirando Labarthe. A defesa será recomposta com a volta de Sangaletti, após suspensão. Edinho, que havia sido recuado para cobrir a ausência do titular, retoma a função de volante, no lugar de Álvaro.

Agencia Estado,

31 Agosto 2004 | 17h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.