Inter joga mal e empata com a Ponte

Mesmo jogando mal, o Internacional empatou por 1 a 1 com a Ponte Preta neste domingo à tarde, em Porto Alegre, em sua estréia no Campeonato Brasileiro. O jogo, de baixa qualidade técnica, mostrou que o Inter precisa melhorar muito para conseguir alguma na competição. No meio da semana, foi eliminado pelo Remo na Copa do Brasil e, neste domingo, o time totalmente anulado pela boa marcação do adversário, praticamente não teve chances de gol.O resultado, reconhecido como injusto até pelo presidente do Inter, Fernando Carvalho, ao final da partida, foi totalmente dominado pela Ponte Preta. O clube de Campinas soube aproveitar bem as falhas no meio-campo e defesa do Inter e, aos 16 minutos do primeiro tempo fez 1 a 0. Adrianinho dominou a bola no meio-campo, lançou para Luizinho Vieira que chutou para defesa parcial de Clemer. No rebote, Jean, livre, tocou para as redes.Depois disso, o Inter, mesmo incentivado pela torcida, não conseguia chegar com perigo ao gol de Alexandre Negri. Todas as jogadas de ataque, invariavelmente, terminavam com o domínio da defesa da Ponte Preta, onde Gabriel e Rodrigo tiveram grandes atuações.No segundo tempo, quando se pensava que tudo ia melhorar, o Inter continuou mal. A Ponte, sentindo mau momento do Inter, continuava melhor. Tanto que o gol de empate do Inter só foi sair aos 41 minutos, através do garoto Diego que chutou em cima de Gabriel. A bola bateu no zagueiro e desviou de Alexandre Negri. O resultado foi reconhecido como injusto até pelo técnico do Inter, Muricy Ramalho: "Hoje foi o jogo em que ganhamos um ponto. Temos que reconhecer que jogamos muito mal e não tivemos qualidade para reverter o resultado". Ficha Técnica - Inter 1 x 1 Ponte Preta. Gols: Jean, 16 m. 1tempo. Diego, 41 m. 2 tempo Inter - Clemer; Wilson, Fernando Cardozo e André Cruz (Thiago Mattos); Cleiton Xavier, Flávio (Nilmar), Gavilán e Edu Silva; Diego, André e Daniel Carvalho (Luiz Muller). Técnico: Muricy Ramalho. Ponte Preta - Alexandre Negri; Luciano Baiano, Gabriel, Rodrigo e Alan; Roberto, Piá (Ângelo), Adrianinho e Jean; Luizinho Vieira (Vaguinho) e Sérgio Alves. Técnico: Abel Braga. Juiz - Carlos Jack Magno (PR).Cartão amarelo: Wilson, Cleiton Xavier (I); Sérgio Alves, Roberto, Alan (PP) Cartão Vermelho: Clemer e Cleiton Xavier (I), Rodrigo (PP). Renda - R$ 54.917,00 Público - 8.442 Local - Beira-Rio, Porto Alegre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.