Inter leva susto, mas bate Palermo e consolida liderança

Líder isolado, a Inter de Milão conquistou mais uma vitória nesta quinta-feira, depois de levar um susto, diante de sua torcida. O time de José Mourinho abriu 4 a 0 sobre o Palermo ainda no primeiro tempo, mas quase cedeu o empate na segunda etapa. Nos minutos finais, Milito marcou o quinto gol dos donos da casa e garantiu a vitória por 5 a 3.

AE, Agencia Estado

29 de outubro de 2009 | 20h02

Com o resultado, o time milanês chegou aos 25 pontos, quatro a mais que a Juventus, vice-líder. O Palermo permaneceu na sétima colocação, com 15 pontos. Na próxima rodada, no final de semana, a Inter vai visitar o Livorno, enquanto o Palermo receberá o Genoa.

Nesta quinta, a Inter foi fulminante no primeiro tempo. Abriu o placar logo aos 7 minutos, em cobrança de pênalti de Eto''o, e marcou mais três gols em nove minutos. Aos 34, Balotelli completou de cabeça escanteio da direita e ampliou.

Oito minutos depois, o mesmo Balotelli aproveitou bobeada da defesa e mandou para as redes, após bate-rebate na pequena área. Em noite inspirada, o atacante voltou a brilhar aos 43. Ele arrancou pela direita e deu passe para Eto''o completar para o fundo do gol: 4 a 0.

A Inter voltou para o segundo tempo com a vitória praticamente assegurada. No entanto, o Palermo cresceu no jogo e reagiu de forma surpreendente. Em menos de oito minutos, o time visitante marcou três gols e assustou os donos da casa. Logo no começo da etapa, Miccoli recebeu lançamento e encobriu Júlio César, aos 4 minutos.

Em seguida, Hernandez completou cruzamento da direita e mandou para as redes. Seis minutos depois, o mesmo Miccoli avançou pela direita e bateu na saída do goleiro brasileiro, mantendo o Palermo com chances de vitória.

No entanto, Milito marcou o quinto da Inter e acabou com as esperanças do Palermo, aos 37 minutos. O brasileiro Maicon cruzou rasteiro e o argentino, livre na pequena área, completou com tranquilidade e assegurou a vitória dos anfitriões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.