Inter lidera reunião contra anulações

O presidente do Internacional, Fernando Carvalho, junto com dirigentes de Ponte Preta, São Paulo, Santos, Botafogo, Figueirense e Cruzeiro, tomou a iniciativa de convocar uma reunião na sede do Clube dos 13, em São Paulo (SP), nesta terça-feira, para tentar reverter a anulação dos 11 jogos do Campeonato Brasileiro apitados por Edílson Pereira de Carvalho."Não podemos ficar passivos diante de uma decisão como esta do STJD, que no início da semana passada disse que as partidas seriam analisadas individualmente. Pretendemos tomar uma decisão em conjunto, para tentar uma reversão em todo este caso", disse.Assim que soube da provável anulação, ainda no sábado, o dirigente já se posicionava contra a medida do presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Luiz Zveiter. No domingo, quando teve a confirmação da medida, ele reiterou sua indignação e, por isso, decidiu conversar com os clubes que compartilham de sua opinião.Carvalho salientou também que uma das pretensões desses clubes é que os jogos anulados sejam disputados antes de qualquer rodada, "para que ninguém fique com ?poupança? lá na frente", numa clara referência ao Corinthians, que pode aumentar sua vantagem na liderança se vencer São Paulo e Santos. O presidente do Inter lembra que a decisão do STJD não é definitiva: "É uma decisão liminar, ou seja, o processo terá que ser julgado no mérito."Para tentar agilizar todo o processo, o Inter mandou o advogado Daniel Cravo ao Rio de Janeiro que, na tarde desta segunda-feira, teve negado por um funcionário do tribunal, o acesso ao processo: "É incrível o que está acontecendo aqui no STJD. Disseram até que o Inter não é parte interessada no processo", desabafou Cravo. E acrescentou: "Nem cópia do processo me deram". O advogado ainda tenta, com um requerimento em caráter de urgência, ter acesso ao processo para saber os motivos da decisão de Luiz Zveiter.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.