Inter perde da Ponte e vaga na Libertadores fica difícil

O Internacional foi derrotado por 1 a 0 pela Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, e viu a sua chance de classificação para a Copa Libertadores ficar muito reduzida neste domingo. O resultado fez o time gaúcho continuar com 51 pontos e cair do sétimo para o oitavo lugar, ficando oito pontos atrás do São Paulo, última equipe hoje no G4 do Campeonato Brasileiro, a três rodadas para o fim do campeonato.

AE, Agência Estado

11 de novembro de 2012 | 22h17

Já a equipe campineira praticamente garantiu a sua manutenção na elite do Campeonato Brasileiro. Graças ao gol isolado do atacante Roger, o time só não escapou totalmente do risco de rebaixamento devido ao empate entre Figueirense e Sport, em outro jogo da noite.

A vitória comprovou o bom momento da Ponte atuando diante de seus torcedores. Sem perder há oito jogos no Majestoso - bateu Portuguesa, Santos, Cruzeiro e Atlético-GO, além do Internacional, e empatou com Figueirense, Botafogo, Vasco da Gama -, a equipe chegou aos 46 pontos e subiu para a 11.ª colocação.

Apesar de estar atuando fora de casa, o Internacional dominou praticamente todo o primeiro tempo, mas dava alguns espaços para os contra-ataques da Ponte Preta. Em um lance de bola parada, o time campineiro abriu o placar, aos 25 minutos. Em cobrança

rápida de escanteio, João Paulo cruzou para dentro da área e Roger desviou de cabeça. A bola tocou no travessão antes de entrar.

Atrás do marcador, o Inter continuou em cima dos donos da casa e assustou em chute de longe do volante Josimar, que foi defendido por Edson Bastos.

O Internacional voltou do intervalo pressionando a Ponte e assustou com Fabrício, que aproveitou sobra do escanteio e finalizou para fora. Aos poucos, os donos da casa conseguiram equilibrar o jogo e criaram as principais chances. Cicinho tabelou com Renê Júnior e bateu para boa defesa de Muriel. No rebote, Rildo cabeceou e o goleiro voltou a salvar.

Aos 16, João Paulo cobrou falta e Muriel espalmou nos pés de Rildo, que finalizou rasteiro. Atento, o camisa 1 mandou para escanteio. O time gaúcho esboçou uma pressão nos minutos finais, mas não conseguiu escapar da forte marcação adversária.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 36.ª rodada. A Ponte Preta enfrenta o Bahia, às 17 horas, no Estádio Pituaçu, e depois encara São Paulo (casa) e Portuguesa (fora). O Internacional recebe o Corinthians, às 19h30, no Beira-Rio, tendo ainda na reta final Portuguesa (casa) e Grêmio (fora).

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 1 x 0 INTERNACIONAL

PONTE PRETA - Edson Bastos; Cicinho, Cléber, Ferron e João Paulo (Tiago Alves); Baraka, Wendel Santos, Renê Júnior e Nikão (Uendel); Rildo (Rossi) e Roger. Técnico - Guto Ferreira.

INTERNACIONAL - Muriel; Edson Ratinho, Bolívar, Juan (Elton) e Kleber (Fabrício); Ygor, Josimar (Cassiano), Fred e D''Alessandro; Forlán e Leandro Damião. Técnico - Fernandão.

GOL - Roger, aos 25 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

CARTÕES AMARELOS - Bolívar, Edson Ratinho, Fabrício e Fred (Internacional).

PÚBLICO - 8.435 pagantes.

RENDA - R$ 73.227,00.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.