Divulgação
Divulgação

Inter perde final da Recopa nos pênaltis para Lajeadense

Goleiro do time do interior gaúcho se destaca e fecha o gol. Colorado jogou com um a menos desde o início do segundo tempo

Estadão Conteúdo

01 de fevereiro de 2015 | 20h13

O Internacional não teve a estreia que gostaria no Campeonato Gaúcho, neste domingo, na Arena Alviazul, em Lajeado. Além de não passar de um empate por 1 a 1 com o Lajeadense, perdeu o título da recém-criada Recopa Gaúcha, que foi decidida nos pênaltis contra o adversário neste mesmo confronto válido pela primeira rodada do torneio estadual.

Estreando ao lado de sua torcida, o Lajeadense levantou taça pela sua conquista, depois de ter recebido o direito de jogar a final da Recopa após ter conquistado a Copa Fernandão de 2014. Ídolo colorado, Fernandão morreu de forma trágica em junho do ano passado, vítima de um acidente de helicóptero.

No duelo deste domingo, o Inter fez um primeiro tempo muito ruim no campo ofensivo e só conseguiu arrematar pela primeira vez com algum perigo aos 40 minutos, com D'Alessandro.

E, se a primeira etapa foi ruim para o time colorado, o segundo tempo começou ainda pior. Já com 55 segundos, o árbitro Anderson Daronco viu pênalti de Léo em empurrão dentro da área. Revoltado com a marcação, o lateral, que já tinha cartão amarelo, reclamou de forma acintosa e acabou levando novo amarelo e foi expulso. Na cobrança, Gilmar abriu o placar para o Lajeadense.

O Inter, porém, chegou ao gol de empate já aos 9 minutos, depois de o técnico Diego Aguirre ter recomposto o setor defensivo com a entrada de Cláudio Winck no lugar de Alex. Após escanteio batido pela direita, Rafael Moura desviou, Paulão escorou de bicicleta e Ernando completou de cabeça, igualando o placar.

Mesmo com um homem a menos em campo, o Inter não se conformou com o empate, foi ao ataque e quase virou o jogo aos 23 minutos, quando Sasha recebeu na área, girou e chutou forte, mas parou em boa defesa de Luiz Muller.

Nos pênaltis, porém, o time do interior gaúcho levou a melhor. Comandada pelo ex-lateral colorado Luis Carlos Winck, a equipe viu Luiz Muller fechar o gol. D'Alessandro, Eduardo Sasha e Fabrício não conseguiram superar o goleiro, enquanto apenas Nilton acertou sua cobrança. Pelo lado do Lajeadense, Ramon foi o único que não converteu, enquanto Rafael Gava, Márcio Goiano e Vinícius marcaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.