Cezaro De Luca/EFE
Cezaro De Luca/EFE

Inter perde por 3 a 1 para o Banfield pela Copa Libertadores

Nem o 3-6-1 armado pelo técnico Jorge Fossati conseguiu segurar os jogadores da equipe argentinos

AE, Agência Estado

29 de abril de 2010 | 00h08

A expectativa pelo jogo complicado diante do Banfield, na noite desta quarta-feira, no caldeirão do Estádio Florencio Sola, se confirmou para o Internacional. Na Argentina, o time colorado foi derrotado por 3 a 1 e agora terá que reverter a desvantagem no jogo da volta, na próxima quinta, no Beira-Rio, para ir às quartas de final da Copa Libertadores. Uma vitória por 2 a 0 serve à equipe gaúcha.

Veja também:

tabela COPA LIBERTADORES - Tabela

Nem o 3-6-1 armado pelo técnico Jorge Fossati foi capaz de segurar o Banfield, que ainda teve um gol anulado incorretamente e marcou outro irregular. Já o Inter pode reclamar da expulsão de Kléber, em lance polêmico. Mesmo assim, o time colorado já terá que voltar as suas atenções para o Gre-Nal válido pela final do Campeonato Gaúcho, domingo, no Olímpico - no primeiro jogo perdeu por 2 a 0.

O JOGO 

Mesmo com a torcida cantando e incentivando o time durante todo o tempo, o Banfield começou a partida em ritmo lento. Vendo o adversário mais preocupado em ficar com a posse de bola, o Inter também aproveitou para manter a cadência do jogo nos primeiros minutos, quando nada aconteceu além de um chute de fora da área de Alecsandro, que errou o alvo.

Mas bastou os times se soltarem mais para ambos marcarem, em lances anulados pela arbitragem logo na sequência. O Banfield, porém, foi o único prejudicado, já que seu gol foi legal. Aos 19 minutos, Abbondanzieri tentou driblar Ramírez e acabou perdendo a bola para Fernández, que devolveu para o companheiro. Em posição legal, Ramírez empurrou para as redes, mas o auxiliar marcou impedimento.

O goleiro argentino se redimiria após cinco minutos, depois que Alecsandro já tinha marcado para o Inter em posição de impedimento e o gol também foi anulado. Em cobrança de falta lateral, o Banfield jogou a bola na área e López cabeceou já dentro da pequena área. Esbanjando reflexo, Abbondanzieri espalmou para escanteio.

No restante do primeiro tempo, Andrezinho e Nei protagonizaram as melhores chances do Inter, mas o primeiro cabeceou para fora e o segundo também errou o gol em arremate da entrada da área. Nei ainda reclamou um pênalti ignorado pelo árbitro Jorge Larrionda, enquanto Fossati ia à loucura à beira do gramado.

Após uma primeira etapa movimentada, as equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo. O Banfield, entretanto, mudou a postura, partindo para cima desde o primeiro minuto. A consequência foi o gol de Rodríguez logo de cara. Barraza se livrou da marcação de Kléber e cruzou da direita. A bola cruzou a área e encontrou o colombiano, que bateu cruzado para marcar.

O troco do Inter não demorou a vir. Aos quatro minutos, Kléber foi extremamente feliz ao pegar a sobra de bola e mandar no ângulo do goleiro Lucchetti, de fora da área. Na comemoração, ele provocou a torcida do Banfield, mas o lateral não ficaria por muito mais tempo em campo. Aos 11, ele tentou se livrar da falta de Erviti e pisou no adversário. Larrionda viu maldade no lance e mostrou o vermelho direto.

Daí pra frente o jogo ficou quente no Florencio Sola. Com um a mais, o Banfield foi para a pressão e fez o segundo em lance irregular, aos 11. López já recebeu em posição duvidosa e chutou para a boa defesa de Abbondanzieri. O rebote ficou com o próprio, que tocou para Battión, em impedimento, recolocar os anfitriões em vantagem.

Com um a menos e atrás no placar, o Inter se perdeu em campo. Fossati trocou Alecsandro por Walter, mas o time gaúcho foi dominado até o fim e sofreu mais um gol. Aos 35, após cobrança de escanteio, Fernández desviou na pequena área para marcar. O Inter ainda teve boa chance em falta cobrada por D''Alessandro, mas Lucchetti defendeu e impediu que a equipe aproveitasse a expulsão de Barraza, já no fim do jogo.

Banfield 3 x 1 Internacional

Banfield - Lucchetti; Barraza, Ladino, López e Maidana; Battión, Erviti, Quinteros e Rodríguez (Mauro dos Santos); Fernández (Sardella) e Ramírez. Técnico: Julio Falcioni.

Internacional - Abbondanzieri; Bolívar, Sorondo e Fabiano Eller; Nei, Sandro, Guiñazu, Andrezinho (Taison), D''Alessandro (Everton) e Kléber; Alecsandro (Walter). Técnico: Jorge Fossati.

Gols - Rodríguez, a um, Kléber, aos quatro, Battión, aos 11, e Fernández, aos 35 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Fernández (Banfield); Fabiano Eller, Guiñazu e Alecsandro (Internacional).

Cartões vermelhos - Barraza (Banfield); Kléber (Internacional).

Árbitro - Jorge Larrionda (Uruguai).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio Florencio Sola, em Lomas de Zamora (Argentina).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.