Inter preocupada com erros de ataque

O técnico Luiz Carlos Ferreira está preocupado com os constantes erros de finalização na Internacional de Limeira. Faltando dois jogos para o final da fase de classificação, o treinador está de olho nos atacantes, para que as chances de gol não sejam mais desperdiçadas.O risco de rebaixamento é, no momento, o maior drama do time. Depois de três vitórias consecutivas, a Inter perdeu para a Ponte Preta e Santos e voltou a remar contra a maré para não ser excluído da Série A-1 do Campeonato Paulista.Nestes dois últimos jogos, Ferreira reclamou bastante das oportunidades desperdiçadas pelos jogadores de frente. Por isso, desde a terça-feira os atacantes estão realizando treinamentos específicos de finalização. O dever de casa é encarado pelos atletas com seriedade, já que o time não pode nem pensar em perder mais pontos nos dois confrontos que restam nesta fase.Além da falta de pontaria, Ferreira também terá de improvisar mais uma vez devido aos desfalques. Para o jogo contra o Rio Branco, domingo, em Americana, ficam de fora os zagueiros Marcelo Heleno e Marquinhos, que estão suspensos, além do volante Márcio Allan e o atacante Alex Rossi, ambos contundidos.O meia Caio, que está em tratamento no departamento médico, e o lateral-direito Dirlei, com dores na panturrilha, são dúvidas. A única certeza é que Ramalho volta ao time, provavelmente ocupando a vaga de Marcelo Heleno na defesa. Com isso, Edmílson seria mantido no meio-de-campo.A definição só será conhecida na sexta-feira, quando o treinador fará o coletivo final antes do duelo em Americana. Apesar de ter o mesmo número de pontos que Guarani e Matonense, a Inter é a lanterna do campeonato por ter apenas três vitórias, contra quatro dos outros dois fortes candidatos ao rebaixamento. Somando 14 pontos, precisa vencer os dois próximos compromissos se não quiser fazer parte da Série A-2 no próximo ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.