Inter promete atacar o São Caetano

O Internacional precisa apenas do empate, mas vai atacar o São Caetano, sábado, no Anacleto Campanela, em jogo da última rodada do campeonato brasileiro que vale uma vaga na Copa Libertadores da América de 2004. A idéia é não pensar no empate porque o time, admite o técnico Muricy Ramalho, não sabe controlar o jogo. Por isso os esquemas testados nesta semana não renunciaram à idéia de marcar gols. Na terça-feira, Muricy testou um time com três atacantes, incluindo Cidimar. Nesta quarta-feira optou por um meia avançado, Cleiton Xavier, e dois finalizadores, Jefferson Feijão e Diego. Ao mesmo tempo em que Muricy prepara o time, a diretoria do clube trata de mobilizar a torcida. Esta quinta-feira é o último dia de inscrições para os torcedores dispostos a passar 20 horas num ônibus para incentivar o Internacional em São Caetano do Sul. Sócios pagam R$ 50 e não-sócios pagam R$ 70 para viajar e entrar no estádio. O clube também está tentando viabilizar a instalação de um telão no ginásio Gigantinho para os colorados torcerem à distância e festejaram a classificação para a Libertadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.