Inter quer explorar crise do Paysandu

O Internacional quer tirar proveito da crise do Paysandu e do fator local para conquistar sua segunda vitória no campeonato brasileiro, neste sábado, no Beira-Rio, e afastar a desconfiança que tomou conta da torcida após três atuações fracas. O técnico Lori Sandri só tem uma dúvida. O atacante Oséas sente dores musculares e pode ficar de fora. A primeira opção para a posição é o jovem Rafael Sobis. O time deve ser o do segundo tempo do jogo contra o Coritiba, com Chiquinho, que havia perdido a posição de ala-esquerdo e está voltando ao time como armador, e com Vinícius na defesa, depois de cumprir suspensão. O esquema segue sendo o 3-5-2, que Lori adotou durante o campeonato nacional, depois de passar todo o campeonato gaúcho usando o 4-4-2.

Agencia Estado,

30 de abril de 2004 | 19h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.