Inter recebe o líder Corinthians para diminuir diferença

Mesmo sabendo que a tarefa não será fácil, o Internacional ainda sonha em ser o campeão brasileiro deste ano. Seu último título na competição, conquistado de forma invicta, foi em 1979. Mas, para o time chegar de vez na briga pela liderança, terá que vencer o duelo com o líder Corinthians, neste domingo à tarde, em Porto Alegre.

CARLOS ALBERTO FRUET, Agência Estado

26 de setembro de 2010 | 08h17

Com 38 pontos, nove atrás do time de Adílson Batista, o Internacional trabalha para vencer seu rival e torcer por derrota do Fluminense para o Vitória, em Salvador.

Para esse confronto o técnico Celso Roth terá as voltas de Nei à lateral direita e de Renan ao gol, mas não poderá contar com Bolívar e Wilson Mathias, suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo. Sorondo e Glaydson serão os seus substitutos, respectivamente. Outra ausência poderá ser a de Tinga, que acusou dores musculares no treino de sexta-feira

à tarde. Se não tiver condições, Edu entra em seu lugar, como já aconteceu no treinamento.

Alecsandro, após 46 dias se recuperando de lesão muscular, está relacionado para o jogo, mas vai ficar na reserva. "Tenho muita vontade de jogar, mas a volta tem que se dar aos poucos."

A torcida deve comparecer em grande número ao Beira-Rio. O diretor administrativo do clube, Alexandre Limeira, espera um público de 38 mil torcedores neste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.