Inter recua e decide ir para Inglaterra

Muito criticada e pressionada, a Inter de Milão recuou e decidiu fazer a excursão para a Inglaterra na próxima semana. A série de amistosos no país estava programada há muito tempo, mas tinha sido cancelada pelo clube italiano, no sábado, por causa dos recentes atentados terroristas em Londres.Assim que anunciou oficialmente o cancelamento da viagem, no sábado, a direção da Inter recebeu diversas críticas de autoridades inglesas, inclusive do prefeito de Londres, Ken Livingstone. E, pressionada, voltou atrás.?Confirmo que a equipe viajará para a Inglaterra para cumprir os compromissos firmados com os organizadores ingleses?, diz o comunicado divulgado neste domingo no site oficial da Inter, assinado pelo presidente do clube, Giacinto Facchetti.Mas, antes mesmo de a Inter confirmar a excursão, o ministro dos Esportes da Grã-Bretanha, Richard Caborn, já tinha garantido que o clube italiano iria ao país. ?A Inter queria se assegurar de que tudo está em ordem e de que não haveria nenhum perigo para os membros de sua delegação. E lhe demos toda segurança?, explicou o político inglês.Assim, a Inter de Milão desembarca nesta segunda-feira na Inglaterra e disputa, até o final da semana, amistosos contra as equipes do Leicester, Crystal Palace, Norwich e Portsmouth.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.